O que vem por aí

Mentira, confissão e lealdade à prova: Os dilemas de Éramos Seis

Emília engana as filhas, Clotilde assume gravidez e Julinho se corrompe

Mentira, confissão e lealdade à prova: Os dilemas de Éramos Seis
Assad se coloca nas mãos de Julinho em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo

Publicado em 24/01/2020 às 06:10:00

Por: Taty Bruzzi

Os próximos capítulos de Éramos Seis vão debater os dilemas vividos por Emília (Susana Vieira), Clotilde (Simone Spoladore) e Julinho (André Luiz Frambach) na trama. A milionária tem passado por sustos desde que Adelaide (Joana de Verona) voltou da Europa. A feminista está engajada em questões políticas, namora o primo Alfredo (Nicolas Prattes) e vem se empenhando para cuidar de Justina (Júlia Stockler).

O problema é que a filha autista da tia de Lola (Gloria Pires) pode trazer à tona um segredo de família que aponta para o passado sombrio da milionária. Por isso, ela irá fazer de tudo para impedi-la. Já Clotilde pensou que finalmente conseguiria se acertar com Almeida (Ricardo Pereira), mas foi pega por uma peça do destino e mais uma vez se viu desiludida pelo vendedor de tecidos.

A solteirona já estava de malas prontas para interior quando foi abordada pelo comerciante e os dois acabaram fazendo sexo. A promessa de morarem juntos foi deixada de lado e a moça se viu grávida e sozinha novamente.

Atormentada, a tia de Carlos (Danilo Mesquita) por pouco não cometeu as maiores atrocidades como, por exemplo, atentar-se contra a própria vida. Agora, temendo se arrepender de dar a criança para adoção, ela decide abrir o jogo com o rapaz.

Por fim, Julinho foi convidado para gerenciar a nova loja de Assad (Werner Schünemann) e aceitou. O novo cargo obrigou o filho caçula de Júlio (Antonio Calloni) a se mudar para o Rio de Janeiro. Longe da família, o rapaz tem se aproximado cada vez mais do patrão e ganhando sua confiança. Em breve, a lealdade do jovem será colocada a prova depois que ele descobrir o segredo do turco. Confira!

Emília mente e dopa filha autista

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Emília será capaz de enganar as filhas só para evitar que Justina descubra um segredo familiar. A jovem que é autista tem melhorado a cada dia graças aos cuidados de Adelaide. A moça é apaixonada por desenhos e são através deles que ela ativa sua memória. Porém, muitas destas lembranças querem ser esquecidas pela milionária. Recentemente, a prima de Lola desenhou um homem caído em uma poça de sangue.

A figura deixou Emília tão atormentada que ela escondeu os lápis de cor da filha, provocando uma forte crise em Justina. Entretanto, a irmã feminista se meteu na briga e conseguiu reverter a situação.

Em breve, a moça irá encontrar fotos antigas da família e perguntar à irmã pelas do seu pai, Hamilton (nome do ator não divulgado). Ela confessa que não se lembra mais do rosto dele e, por isso, gostaria de olhar algumas fotografias.

Para ajudar Justina, Adelaide sugere pegar os antigos álbuns com registros da família e deixa Emília apreensiva. “Não tenho fotos do Hamilton. Ele não gostava de ser fotografado, era um homem muito discreto. Deu sumiço nas poucas que tiramos”, alega a socialite.

A menina tem um ataque de nervos e será amparada pela irmã. “Calma, meu amor. Prometo procurar uma fotografia bem bonita do papai para te mostrar. Agora se acalme. Vamos lá para dentro desenhar um pouco antes de dormir. Assim relaxa”, argumenta a namorada de Alfredo. A sequência mostra Emília sozinha, em seu quarto, abrindo uma gaveta e pegando duas fotos de Hamilton, uma tirada enquanto ele estava só e a outra na companhia da esposa, e as observa.

Dias depois, chega a noticia de que Carlos foi morto, atingido por uma bala perdida disparada por policiais enquanto o rapaz passava por uma manifestação. A história mexe com os ânimos de Justina e sua mãe. “Não gosto de tiros. Adelaide, cuidado, cuidado! Não gosto de tiros, machucam. Machucaram nosso pai. Fica com sangue, muito sangue. Fim”, fala a moça na frente da ricaça.

A tia de Lola lembra que Justina não toma mais seus calmantes e com receio de que ela fale demais ordena que a jovem vá para seu quarto, mas ela reage. “Sozinha não! Tenho medo de tiro que machuca, que machucou meu pai”, relata.

As palavras da menina deixam Adelaide confusa. Porém, sua mãe garante que o marido morreu de uma doença grave, enquanto que a filha autista está tendo alguns delírios.
Com medo de que a menina fale demais, Emília passa a dopar a filha sem que a irmã descubra. Além disso, a milionária procura por Gusmão (Stepan Nercessian) e pede sua ajuda.

“Adelaide me irrita. Acredita que por causa dessa confusão, dos tiros que ela contou e tudo mais, Justina se assustou e resolveu lembrar-se do pai? Das circunstâncias da morte”, reclama a socialite. “As circunstâncias da morte foram naturais, não é isso, madame? Não é o que está escrito e sacramentado? Se a Justina resolve lembrar, teremos problemas com a verdade…”, alerta Gusmão.

“Ah, mas não… ela não vai se lembrar de nada. Voltou aos calmantes. Parei logo com aquela psicologia toda, a terapia também estava mexendo com a menina. Não, o passado está enterrado, seu Gusmão, junto com o Hamilton… Ninguém precisa saber”, garante Emília. A cena vai ao ar no capítulo do dia 3 de fevereiro.

Clotilde decide contar sobre gravidez para Almeida

Desde que descobriu estar grávida de Almeida que Clotilde nunca mais teve um minuto de paz. Abandonada pelo vendedor que decidiu manter seu casamento por causa dos filhos, a solteirona chegou a pensar em se matar. Passados quase seis meses de gestação, a irmã de Olga (Maria Eduarda de Carvalho) por pouco não é desmascarada pela ruiva que esteve em São Paulo lhe fazendo uma visita.

Por sorte, a tia de Alfredo tem disfarçado a barriga com o uso de ataduras e faixas. O intuito de Clotilde é dar a criança para a adoção assim que ela nascer. Então, ela foi até a Santa Casa de Freiras entender melhor como o processo funciona.

Chegando lá, Clotilde descobre que apesar de a instituição não funcionar como orfanato, as irmãs cuidam das crianças que são deixadas ainda bebês na roda dos expostos para adoção.

A irmã de Lola vai ao local sugerido pela religiosa e fica em choque. A ex-namorada de Almeida se vê colocando o filho na roda e girando a manivela até ser interrompida por uma das freiras. Apavorada, Clotilde sai correndo dali antes que alguém a veja. No caminho, ela se lembra das palavras de Durvalina (Virgínia Rosa) que tentou convencê-la a contar toda a verdade para Almeida.

“Ele tem um pai, sim. É o seu Almeida. E ele precisa saber o que está acontecendo. Você está grávida há meses! Tem que falar com ele”, disse a funcionária de Afonso (Cássio Gabus Mendes).

Ao invés de voltar para casa, Clotilde segue direto até a loja de Assad. Aproveitando a ausência de Natália (Marcela Jacobina), a tia de Carlos pede a um funcionário que chame o vendedor e descobre que ele foi resolver um problema na rua.

De repente, ela escuta uma voz feminina por trás dela. É Natália que chegou de surpresa, para desespero de Clotilde. “Estava à procura do Almeida? Posso saber o que quer com o meu marido?”, indaga a tradutora. A solteirona disfarça alegando que não tem intimidades com Almeida e foi até lá apenas indagar sobre o desempenho do sobrinho, Alfredo, novo funcionário da loja de tecidos.

“Seu sobrinho? É tia do Alfredo, filho do Júlio… Sei, sei… E eu lembro da senhora, vi em um dia de chuva… Debaixo do guarda-chuva com meu marido!”, comenta Natália.  Neste momento, Almeida entra na loja e chama a ex-namorada pelo nome. A irmã de Lola disfarça e vai embora sem contar sobre a gravidez com o comerciante. Já Natália fica com a pulga atrás da orelha. “Então essa é a Clotilde? A Clotilde!”, expressa. A sequência vai ao ar dia 1º de fevereiro.

Julinho recebe dinheiro de Assad por seu silêncio

 

Desde que foi para o Rio de Janeiro com a família de Assad que Julinho tem se mostrado fiel ao patrão. Discreto, ele vai descobrir um segredo do turco e promete manter silêncio, aumentando ainda mais a confiança do comerciante no empregado. Tudo acontece já nos próximos capítulos de Éramos Seis, quando o filho de Lola receber um desconhecido que foi até a nova loja cobrar uma dívida do marido de Karine (Mayana Neiva).

“Recebi um recado para o senhor na loja. Pareceu urgente, achei melhor avisar logo. É do gerente do Cassino Imperial. Ele disse que a sua dívida venceu. Que é melhor pagar, senão será obrigado a agir de outra forma. E não se responsabiliza pelas consequências”, avisa o gerente.

“Quer que eu faça alguma coisa? Posso retirar o dinheiro no banco ou fazer algum depósito. Tem o dinheiro, não tem?”, pergunta Julinho enquanto demonstra total fidelidade ao patrão.

“Tenho, mas é muito. Me dói… Julinho, posso confiar em você? Promete que nunca vai dizer para Karine ou Soraia [Rayssa Bratillieri]? Promete?”, implora Assad ao filho de Lola. “É um bom rapaz. Desde que veio comigo para o Rio de Janeiro tem se mostrado um ótimo funcionário, leal. Sorte da sua noiva que vai se casar com você. Na minha loja terá um grande futuro. Porque vou te contar meu segredo”, ressalta

“Minha maior diversão é poder jogar um pouco… Em São Paulo, ficávamos mais no carteado ou então o gamão com o pessoal da colônia… Mas aqui no Rio, entrei em numa fase de má sorte…”, alega o turco.

“Sabe como são essas coisas. Vai se apostando… Abrem um crédito, torna-se a perder… Não estou aqui me justificando… Só estou explicando porque vou precisar de sua ajuda. A Karine não aprova esse… Meu hábito… Aproveito quando viaja para São Paulo e… Se ela descobrir, não perdoa…”, justifica o empresário.

O noivo de Lili (Triz Paris) garante que com ele o segredo de Assad está a salvo, além de ressaltar ser grato por tudo o que o patrão tem feito por ele. “E será retribuído com dinheiro bom para o seu casamento com essa mocinha, Lili, não é?”, suborna o truco. A cena vai ao ar dia 31 de janeiro.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!