Perdeu a cabeça

Éramos Seis: Carlos bate em Isabel, acusa Lola e leva sermão do irmão problemático

Alfredo aconselha irmão a aproveitar a vida antes que seja tarde demais

Éramos Seis: Carlos bate em Isabel, acusa Lola e leva sermão do irmão problemático
Carlos perde a cabeça com irmãos em Éramos Seis - Reprodução/TV Glono

Publicado em 23/01/2020 às 07:01:11 ,
atualizado em 23/01/2020 às 15:31:43

Por: Taty Bruzzi

Em Éramos Seis, Carlos (Danilo Mesqueita) sempre foi o filho mais responsável de Lola (Gloria Pires) e Júlio (Antonio Calloni). O excesso de zelo com sua família fez o rapaz abdicar da própria vida e deixar suas vontades de lado. Com a morte do pai, o primogênito dos Lemos largou a faculdade de Medicina para trabalhar e, assim, ajudar nas despesas. Agora, ele age como se fosse o homem da casa e tanta pressão irá fazê-lo perder a cabeça.

Nos próximos capítulos, o irmão de Isabel (Giullia Buscacio) descobre que a moça está se envolvendo com Felício (Paulo Rocha) e exige que o tio de Marcelo (Guilherme Ferraz) termine tudo com ela. Quando fica sabendo, a jovem vai tirar satisfações com o namorado de Inês (Carol Macedo) que acusa o forasteiro de querer se aproveitar da sua irmã. Os dois têm uma forte discussão e Carlos acaba dando um tapa no rosto da moça.

Lola intervém a fim de saber o que está acontecendo com os filhos e escuta da própria filha que ela está tendo um caso com um homem mais velho e casado, deixando a doceira chocada. Para complicar ainda mais o clima da casa, Alfredo (Nicolas Prattes) chega tarde da noite depois de participar de uma manifestação, conta para a mãe o que houve e Carlos o recrimina.

Antes que uma nova discussão calorosa se inicie, a irmã de Clotilde (Simone Spoladore) se intromete entre os dois e acusa o primogênito de estar passando dos limites. O genro de Afonso (Cássio Gabus Mendes) reage e acusa a mãe de passar a mão na cabeça de Alfredo e Isabel. Já o namorado de Adelaide (Joana De Verona) aconselha o irmão a aproveitar mais a vida.

Confira!

Carlos ordena que Felício abandone Isabel

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Carlos procura por Felício para uma conversa séria e lhe pede para deixar sua irmã em paz. Apaixonado por Isabel, o tio de Marcelo entende a preocupação do rapaz e toma uma decisão. Assim, ele escreve um bilhete para a namorada e pede ao sobrinho que entregue. Só que o namorado de Inês (Carol Macedo) intercepta o recado e vai tirar satisfações com a irmã.

“Então estava mentindo? Continua com esse sujeito? Não tem vergonha?”, pergunta o primogênito. Lola chega para almoçar na companhia de Afonso e exige uma explicação sobre a calorosa discussão. É aí que a moça abre o jogo com a mãe e confessa seu relacionamento com um homem casado.

“Para de gritar, chega. Não é o meu pai. Aposto que ele seria mais razoável que você! Meu pai queria que eu fosse feliz. Você não. É infeliz e quer todos a sua volta assim”, alfineta Isabel. A doceira pergunta o que está acontecendo e escuta sua filha acusar o irmão mais velho de se meter em sua vida da mesma forma que se intromete na vida de todos os demais.

A jovem ainda confessa desprezar Carlos e Lola ordena que Isabel retire o que disse, mas ela se nega. “Sei muito bem o que digo e digo: basta! Chega de ser perseguida por você, Carlos", esbraveja.

"Quer saber o que está acontecendo, mãe? Eu vou dizer a verdade. Tenho um namorado, sim, é aquele homem mais velho que dona Genu [Kelzy Ecard] viu”, confessa a moça, deixando Lola confusa. “Mas… como? Por que não trouxe o rapaz aqui como pedi?”, indaga a doceira.

"Porque… quer saber? Ele é casado, mãe. Felício é um homem casado”, sinaliza a moça. A viúva de Júlio alega que Felício stá iludindo Isabel da mesma forma que Almeida (Ricardo Pereira) fez com Clotilde.  Em defesa do amante, a irmã de Julinho (André Luiz Frambach) afirma que ao contrário do vendedor de tecidos, o tio de Marcelo nunca escondeu seu estado civil. A moça diz que o ama e pretende ficar com ele mesmo assim.

Sensata, Lola alega que a última coisa que ela deseja é ver a filha sofrer. Em Isabel retruca afirmando que a vida é sua e ela não precisa de ninguém opinando sobre o que deve ou não fazer.

Carlos se irrita com a petulância da irmã e dispara: “Não seja ingênua! Ele quer estragar você, sua tola. É um patife!”, acusa o ex-estudante de medicina. A irmã ameaça partir para cima dele e é impedida pela mãe que tenta acalmar os ânimos. A cena vai ao ar no capítulo do dia 1º de fevereiro.

Isabel enfrenta Carlos e leva uma bofetada

A briga entre Carlos e Isabel está longe de acabar. O ex-estudante de medicina tenta proibir a irmã de se relacionar com Felício. Inconformada com sua intromissão, a moça se revolta contra a família. Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Lola presencia uma discussão entre os filhos e descobre pela moça que ela está namorando com um homem mais velho e casado.

É claro que a dona de casa desaprova, mas ao invés de ser dura com a filha ela apenas alega que não quer vê-la ser iludida assim como aconteceu com sua tia e sofrer depois.

Carlos acha que a mãe está sendo conivente com as sandices de Isabel e cobra uma atitude mais ríspida. "Se a senhora fica quieta e não falar nada é pior. Precisa falar, precisa proibir Isabel de sair de casa”, argumenta o rapaz. Temendo que Isabel cometa uma loucura como, por exemplo, fugir de casa, Lola prefere manter-se calada. Enquanto isso, Clotilde aconselha a sobrinha a abrir o seu coração para a mãe e ela concorda.

“Mãe… eu quero falar com a senhora, pensei bem e eu não devia ter escondido este meu namoro tem alguns meses. Agi errado”, admite Isabel. “Eu… vou chamar o Felício, como a senhora queria. Vou trazer ele aqui para apresentar a vocês”, complementa a menina.

Carlos escuta os argumentos da irmã e se mostra contra a ideia do encontro. O mesmo fará Lola, dizendo que não pretende conhecer o advogado. A moça reage mal e uma nova discussão acontece.

“Por que não me apoiam? Não me respeitam? Um dia, mãe, vai se arrepender dessas palavras. Mas será tarde. Porque irei longe. Ninguém me quer nessa casa, ninguém deseja minha felicidade!”, dispara a moça.

Indignada com a postura da filha, a doceira coloca pressiona Isabel para saber se ela tivesse que escolher entre seguir com sua família ou com Felício, com quem ficaria e sofre mais uma decepção. A irmã de Julinho é enfática ao afirmar que não pretende deixar o advogado. Então, se sua família é contra sua decisão o melhor a fazer é esquecer que um dia ela fez parte deles.

“Passa por cima de tudo por causa desse homem que acaba de conhecer?”, indaga Lola magoada. “Não quero saber da senhora”, esbraveja a amante de Felício minutos antes de ser contida por Carlos.

O irmão de Alfredo agarra a irmã pelo braço e exige que ela se desculpe com a mãe, mas Isabel se nega. "Não! Ela me fere mais. E você, vocês dois me pagam!", ameaça a moça.

"Intolerantes, detestáveis querem me ver infeliz e não serei infeliz como minha tia... Quer saber quem eu sigo, quem eu prefiro? Prefiro ele, mil vezes ele do que a senhora, que sonha por mim, mas que é má para mim!”, grita descontroladamente.

Nesta hora, o primogênito da família Lemos não consegue se conter e dá um tapa na cara da irmã que tenta reagir, mas prefere agredi-lo com palavras. “Detesto você, Carlos, odeio!”, diz antes de subir para seu quarto. A sequência vai ao ar dia 1º de fevereiro.

Alfredo dá sermão e deixa Carlos pensativo

De cabeça quente por causa das brigas constantes com Isabel, Carlos perde a paciência com todos em sua casa. O mau-humor do namorado de Inês vai sobrar até para Alfredo que chega minutos depois do fogo cruzado.

O mecânico volta para casa tarde depois de participar de mais uma manifestação. Indagado por Lola, o namorado de Adelaide conta como a polícia partiu para cima dos manifestantes e leva uma chamada do irmão.

“Quem estava na rua, metido num comício, já sabia que corria o risco de se machucar”, alfineta o ex-estudante de medicina. Alfredo reage afirmando que estava lutando pelos direitos de todos e que o irmão deveria fazer o mesmo.

Carlos se defende afirmando que luta pela sua família, enquanto que o ele só trás mais preocupações para a mãe. O tempo esquenta entre eles que ensaiam uma briga, mas serão interrompidos por Lola.

“Nem ousem começar! Por favor, Carlos, pare! Está com o diabo no corpo? Pare de brigar com todos os seus irmãos”, acusa a matriarca da família Lemos já que o filho mais velho brigou com Isabel há pouco. "Sabe qual o problema, mãe? Isabel e Alfredo são assim porque a senhora… sempre coloca panos quentes, sempre. O erro deles é seu”, dispara Carlos em direção a Lola que fica muda.

Mais tarde, já no quarto os irmãos continuam a se alfinetar. Entretanto, ao invés de comprar briga com Carlos, Alfredo decide aconselhar o primogênito e acaba lhe passando um sermão. “Tem mais o que fazer? O quê? Ficar segurando a barra da saia da Dona Lola? Vigiar a Isabel? Você não percebe que vive como um avestruz que, quando vê algum perigo, enfia a cabeça na areia…”, pontua o subversivo.

O jovem rebelde se aproxima do irmão mais velho, coloca a mão sobre seu ombro e continua a falar. “Há um mundo inteiro explodindo lá fora… Não adianta fechar os olhos, não adianta se prender", afirma. "Tem que acordar, tem que mudar. E depressa, antes que este mundo te exploda… E você… perca sua vida, perca o amor, perca o seu amor”, complementa Alfredo.

Confuso, Carlos indaga se o irmão está se referindo à Inês e ensaia uma nova briga, mas será cortado pelas palavras de Alfredo. “Quero que acorde. Pare brigar com a gente. Cuide do que é seu”, aconselha enquanto entra no banho. A cena vai ao ar no próximo dia 1º.





publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!