Caindo na folia

Bom Sucesso: Descubra o último pedido de Alberto antes de morrer

Empresário se despede da vida feliz e ao lado da mulher que ama em Bom Sucesso

Bom Sucesso: Descubra o último pedido de Alberto antes de morrer
Alberto implora para morrer longe do hospital em Bom Sucesso

Publicado em 09/01/2020 às 04:30:00

Por: Taty Bruzzi

Portador de um câncer terminal, Alberto (Antonio Fagundes) lutou para prolongar sua vida durante toda a trama de Bom Sucesso. Na reta final da novela, o empresário se despede sorrindo e ao lado da mulher que ama.  Se antes o dono da Prado Monteiro era um homem sério, sozinho e amargurado, foi com Paloma (Grazi Massafera) que ele aprendeu a importância de curtir cada momento como se fosse o último.

Nos próximos capítulos, o dono da Prado Monteiro será mais uma vez hospitalizado depois de respirar muita fumaça durante o incêndio provocado por Diogo (Armando Babaioff) na editora. Quando percebe que suas chances são mínimas, o pai da Nana (Fabiula Nascimento) reage mal e exige receber alta, pois se nega a morrer em um hospital, e acaba tendo seu pedido atendido.

O último desejo do ricaço é desfilar no Sambódromo ao lado da costureira que disputa com Silvana Nolasco (Ingrid Guimarães) o posto de Rainha de Bateria da escola de samba Unidos do Bom Sucesso.  As cenas contaram com a participação do trio de atores e foram gravadas em março do ano passado, durante o Carnaval do Rio, meses antes de a novela das sete entrar no ar. Confira as emoções finais.

Alberto é internado, surta e pede para morrer se divertindo 

Nos próximos capítulos de Bom Sucesso, Diogo se sentirá encurralado depois de perder tudo, ter seu golpe descoberto e se tornar procurado pela polícia. Traído por Gisele (Sheron Menezzes), ele planeja atear fogo na editora e matar todo mundo.  O vilão chega a colocar em risco a vida de todos os seus inimigos, mas ele é quem acaba levando a pior e será dado como morto ao lado da ex-amante. Durante as negociações, Alberto inala muita fumaça e seu estado de saúde piora.

Entretanto, ele esconde da família os sintomas porque sabe que está se aproximando do fim e a última coisa que deseja é terminar seus dias preso a uma cama de hospital, mas acaba sendo flagrado por Vera (Angela Vieira).

“Cansado, mas animado ao mesmo tempo. Olha só isso! Vou sair na ala da diretoria da Unidos do Bom Sucesso”, dirá Alberto para a publicitária que se preocupa com o amigo. “E esse clima de carnaval me lembrou de um poema do Drummond que eu adoro”, continua o idoso. A mãe da Eugênia (Helena Fernandes) se preocupa e alerta a enfermeira do empresário.

“Não. Por favor. Ela vai chamar o Mauri e eles vão me internar. Eu quero aproveitar o tempo que me resta em liberdade. Ir ao lançamento do livro da Alice [Bruna Inocencio] e aproveitar o carnaval”, lista o editor. “É uma escolha minha, por favor, respeite a minha vontade. O Mauri já avisou que é o começo do fim. Só quero que ele seja um pouco mais alegre e menos melancólico”, implora o avô da Sofia (Valentina Vieira).

Na sequência seguinte, Alberto está ardendo em febre. Porém, ele consegue enganar a enfermeira colocando o termômetro em um copo com água gelada. “Estranho. A temperatura está normal”, indaga Leila.

Com febre, tosse e fadiga, o pai do Marcos (Romulo Estrela) será diagnosticado com pneumonia e internado a força. “A quem você acha que engana? Você está com todos os sintomas de uma pneumonia”, dirá Mauri (Jorge Lucas). “E daí? Se for para morrer, que eu morra entre os livros, que sempre foram a razão da minha vida”, responde Alberto. O inevitável acontece e ele acaba sendo internado depois de cuspir sangue. 

Em seguida, o idoso surge deitado em uma maca enquanto é levado pelos corredores aos berros. “Vocês não podem fazer isso comigo! Eu não quero morrer nesse lugar! Me tirem daqui! Nãooooooo!”esbraveja.  A cena vai ao ar no capítulo do dia 22 de janeiro.

Alberto e Paloma desfilam juntos no Carnaval do Rio

O final do Alberto em Bom Sucesso será mesmo ao lado de Paloma. Com os dias contados por causa de um câncer, o empresário sofre piora em seu estado de saúde na reta final da trama e chega a ser internado. Entretanto, o dono da Prado Monteiro implora para não morrer em uma cama de hospital e terá seu desejo atendido com a ajuda do Batista (Marcelo Flores) que acoberta a fuga do patrão.

O dono da Prado Monteiro ordena que seu motorista o busque levando sua cadeira de rodas e a camisa da diretoria da Escola de Samba. O empregado obedece, mas os dois serão flagrados por Vera e Nana. “Pai, francamente! Que molecagem!”, reage Nana. “Eu tinha que apelar para algum artifício já que, na conversa, não consegui convencer nenhuma de vocês. Eu nunca tive essa oportunidade e nunca mais terei. Se eu morrer no sambódromo do meu amigo Oscar Niemeyer, será realizando um sonho, uma fantasia”, alega.

“Mas é perigoso, Alberto!”, opina Vera. “Vocês preferem o quê? Que eu morra em uma cama de hospital? Que final de vida mais triste! Eu tenho direito de decidir sobre a minha vida. Mais que isso, de viver!”, dispara o empresário.

As palavras do pai comovem Nana e a executiva decide acatar o pedido do idoso. “Loucura seria se a gente tentasse impedir que ele realize seu último desejo. Vai, pai, vai viver”, dirá a mãe da Sofia.  “Batista, cuida bem dele. Mas, olha só, eu não quero que esse seja o nosso último encontro. Vou esperar o senhor em casa, junto com a sua neta, que tanto te ama”, complementa Nana.

Alberto e Batista seguem para em disparada para a Marquês de Sapucaí e por muito pouco não perdem a hora do desfile. As cenas mostram o ricaço atravessando feliz a passarela e em alguns momentos Paloma chega a sentar no colo do patrão. A sequência vai ao ar no dia 22 de janeiro.

 




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!