Vai e vem

Escolha da reprise de “Avenida Brasil” é marcada por confusão nos bastidores da Globo

Globo nega impasse

Escolha da reprise de “Avenida Brasil” é marcada por confusão nos bastidores da Globo
"Avenida Brasil" retorna em outubro - Foto: Reprodução/Globoplay

Publicado em 18/09/2019 às 04:45:48 ,
atualizado em 18/09/2019 às 16:59:59

Por: Naian Lucas

Por Amor” (1997) chega ao fim em meados de outubro e o “Vale a Pena Ver de Novo” já tem sua sucessora. Um dos maiores sucesso da história da dramaturgia, “Avenida Brasil” (2012) foi confirmada como a responsável para manter os altos índices de audiência alcançados pela história de Manoel Carlos. A escolha da nova reprise da faixa, no entanto, foi cercada por muitas conversas e reuniões e até discórdia nos bastidores da Globo, principalmente entre a cúpula de Dramaturgia e de Produção.

O NaTelinha apurou que tudo teria iniciado em junho, quando o departamento de programação, responsável pela faixa do “Vale a Pena Ver de Novo”, pediu sugestões para outras diretorias a fim de escolher a substituta de “Por Amor”.  Quem surgiu como favorita foi “América” (2005), novela de Gloria Perez, selecionada como forma de dar um gracejo a autora que havia acabado de deixar as funções de executiva de séries do Grupo Globo.

A direção de dramaturgia do canal foi contra a escolha por avaliar que havia o risco da novela sofrer com a mesma rejeição e problemas de audiência que teve as reprises de "Celebridade" (2003) e "Belíssima" (2005).

Diante do impasse, o setor de dramaturgia enviou duas sugestões para a área de programação: “Páginas da Vida” (2006) e “Êta Mundo Bom” (2016).  O maior defensor para a reprise da novela de Walcyr Carrasco teria sido Silvio de Abreu, diretor de dramaturgia da Globo. Em documento, o setor justificou as propostas afirmando que a primeira manteria o universo de Manoel Carlos por oferecer proximidades com “Por Amor” e a segunda é o maior sucesso recente da faixa das seis.

Foi então que entrou o departamento de produção do grupo. Em reunião para tratar do tema, a cúpula da área foi contra todas as sugestões por entender que eram arriscadas. “Páginas da Vida” poderia saturar o universo de Maneco e afastar o público, além de desperdiçar uma trama que, com descanso na linguagem, poderia dar bons resultados no futuro.

Fontes ouvidas pela reportagem relataram que “Êta Mundo Bom” foi considerada muito perigosa, já que, embora tenha ido muito bem em sua exibição original, sua reapresentação ocorreria apenas três anos após deixar o horário das 18h. 

Em paralelo a isso, a Globo já teria enviada para a ilha de edição, há aproximadamente duas semanas,  “Avenida Brasil”. A intenção do setor de produção foi agilizar uma superprodução para o caso o impasse prosseguisse. 

Foi neste ponto que começaram as confusões. Enquanto isso, do outro lado, a cúpula da dramaturgia defendia "Êta Mundo Bom" e convidou o ator Sérgio Guizé para gravar uma chamada com a volta da trama. Uma verdadeira guerra de poderes. 

A reprise de "Avenida Brasil", inicialmente, estava programada para ir em 2020, como parte das comemorações dos 55 anos da Globo . A decisão final pela trama ocorreu durante uma reunião na última sexta-feira (13), entre Silvio de Abreu e Carlos Henrique Schroder, diretor geral da emissora.

O impasse

O impasse acabou refletindo em publicações do jornal O Globo, do próprio grupo. "Sérgio Guizé vai reviver o Candinho de ’Êta Mundo Bom’, novela que sucederá a ‘Por Amor’ no ‘Vale a Pena Ver de Novo’, em outubro. O ator gravou nesta sexta-feira, 13, as chamadas do relançamento", informou a jornalista Patricia Kogut, em sua coluna sobre TV no O Globo. 

Ao NaTelinha, na última segunda (16), a Globo enviou o seguinte comunicado: "Não houve mudança. Nós nunca dissemos que ‘Êta Mundo Bom’ era a próxima novela do ‘Vale a Pena Ver de Novo’.  A gravação da chamada foi feita pra aproveitar a disponibilidade de um dos diretores de ‘Êta Mundo Bom’ e também do ator. A previsão é ano que vem".

Já após a publicação desta reportagem, a emissora enviou nova nota, que segue: "A matéria faz uma grande confusão de processos, áreas e pessoas. A curadoria do 'Vale a Pena Ver de Novo' é de responsabilidade da área de Programação. As decisões na Globo não são tomadas por meio de brigas e discussões. As informações dessa matéria, portanto, não procedem”.

“Avenida Brasil” no "Vale a Pena Ver de Novo"

No final de setembro, a Globo está mudando sua programação vespertina e estreando Maju Coutinho no “Jornal Hoje”, além do programa “Se Joga” e da nova novela das seis, “Éramos Seis” .

Com tantas estreias, a cúpula de programação do canal entende que não pode haver riscos no “Vale a Pena Ver de Novo” e, diante disso, optou pela escolha mais óbvia, de “Avenida Brasil”, mesmo contra a vontade da dramaturgia.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!