Vilã ouvirá vozes

“Órfãos da Terra”: Dalila confessa ter matado Paul

A vilã falará sobre o assassinato durante julgamento

“Órfãos da Terra”: Dalila confessa ter matado Paul
Dalila vai confessar seus crimes na novela "Órfãos da Terra"

Publicado em 16/09/2019 às 19:30:52

Por: Daniel César

O julgamento de Dalila (Alice Wegmann) promete ser muito movimentado nos próximos capítulos de “Órfãos da Terra”. A tal ponto da vilã finalmente confessar que foi a assassina de Paul (Carmo Dalla Vecchia). A sequência é uma das mais aguardadas da trama.

Em cenas previstas para irem ao ar na próxima terça-feira (17), durante o julgamento que vai envolver praticamente todos os personagens da novela de Duca Rachid e Thelma Guedes, a megera acabará confessando o crime e dando detalhes de como o praticou.

Tudo acontece porque a filha de Aziz (Herson Capri) começará a ser atormentada ao começar a ver Paul enquanto está presa. Perdendo o juízo, a vilã acredita que o espírito do ex cúmplice está a atormentando para que ela diga a verdade.

É justamente por conta da perda da razão que Dalila irá finalmente confessar a verdade e diante de um tribunal. “Sim, eu matei o Paul. Eu matei o pai da minha filha”, irá gritar a jovem prisioneira diante de todos que sempre esperaram para condená-la.

Vale lembrar que, embora o público já soubesse dos crimes da malfeitora, ela havia armado diversos planos para poder se safar do assassinato a tal ponto de ter manipulado Fauze (Kaysar Dadour) para que ele dissesse que tinha visto outra pessoa assassinado o vilão.

O julgamento de Dalila promete encher a reta final de “Órfãos da Terra” de movimentação. A novela termina no próximo dia 27 e a Globo confirmou que o último capítulo da trama não terá capítulos antecipados no Globoplay.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!