Atolado em dívidas

“Órfãos da Terra”: Miguel não controla mais o vício em jogatina

Paul abre o cassino a tarde e faz Miguel acreditar em maré de sorte

“Órfãos da Terra”: Miguel não controla mais o vício em jogatina
Paul faz Migeul acreditar que está ganhando - Divulgação/TV Globo

Redação NT
i

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 11/06/2019 às 06:30:29

No capítulo de “Órfãos da Terra” que vai ao ar nesta terça-feira (11), Paul (Carmo Dalla Vecchia) atrai Miguel (Paulo Betti) até o cassino e o comerciante passa a tarde toda em uma jogatina.

Para colocar em prática o plano de Basma (Alice Wegmann) que pretende destruir a família de Laila (Julia Dalavia), o comparsa da libanesa montou um cassino falso só para alimentar o vício do marido de Rania (Eliane Giardini).

O pai da Camila (Anaju Dorigon) passou anos longe das roletas, mas desde que a filha passou a trabalhar como assistente no cassino do suposto namorado que Miguel já não consegue mais se controlar. 

Mesmo atolado em dívidas, ele aceita o convite do genro na esperança de conseguir recuperar o que perdeu. Para evitar as indagações da família por causa das suas escapadinhas a noite, ele vai ao cassino na parte da tarde.  

“Cheguei à conclusão que é melhor mesmo jogar no período da tarde! Além de ficar livre da Camila, que não para de me controlar, fica fácil fugir da vigilância da Rania também”, diz Miguel. 

Paul ainda tenta se fazer de compreensivo alegando que mãe e filha estão preocupadas com o comerciante, apenas. Chegando lá, ele coloca o sogro em uma mesa de apostas muito altas e Miguel se deixa levar pela empolgação quando começa a ganhar todas. “Agora vai! A sorte vai virar!”, vibra. 

Depois de uma rodada, o pai de Zuleika (Emanuelle Araújo) decide seguir com o jogo enquanto os demais apostadores começam a pular fora. “Poxa, mas logo hoje, que eu tô ganhando, eles não querem mais jogar?”, reclama. 

Seguindo com o plano maléfico da herdeira do sheik Abdallah, o britânico incentiva o sogro a se atolar nesse mar de lama de uma vez: “Não se preocupe, seu Miguel... O senhor pode vir jogar todas as tardes, se quiser”, dá o bote. 


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!