Reportar erro
Lembrança

Com 29 anos de carreira, Giovanna Antonelli escolhe seus personagens prediletos

Atriz falou das suas vilãs, garota de programa e personagens de Glória Perez

Giovanna Antonelli em "Segundo Sol"
Giovanna Antonelli interpretando Luzia em "Segundo Sol" - Foto: Divulgação/Gshow
Naian Lucas

Publicado em 30/05/2019 às 14:04:25

Desde que acabou “Segundo Sol”, de João Emanuel Carneiro, Giovanna Antonelli tem seguido de férias. Porém, ela segue nas redes sociais e foi questionada nesta quinta-feira (30) sobre quais são os seus trabalhos inesquecíveis na televisão. Respondeu sem titubear e acabou deixando de lado sua última personagem, a mocinha Luzia.

“Amo Capitu (Laços de Família), Jade (O Clone), Helô (Salve Jorge), Bárbara (Da Cor do Pecado) e Atena (A Regra do Jogo)”, afirmou. “Meus [personagens] preferidos”, classificou.

O que surpreendeu foi o fato dela deixar de fora a mocinha de “Segundo Sol”. A personagem Luzia tinha como missão recuperar o amor dos seus filhos Ícaro (Chay Suede) e Manu (Luisa Arraes), além de reviver o seu grande romance do passado com o cantor Beto Falcão (Emílio Dantas).

A primeira personagem citada por Giovanna Antonelli, a universitária que escondia sua profissão de garota de programa da família, fez muito sucesso em 2000. Ela ganhou cinco prêmios pela novela escrita por Manoel Carlos, sendo coroada pelo Prêmio Extra de Televisão e os Melhores do Ano, do “Domingão do Faustão”, na categoria “Melhor Atriz”.

Com o bom desempenho no seu primeiro trabalho no horário mais nobre da televisão, ela recebeu a oportunidade de viver sua primeira protagonista em folhetins. Glória Perez ofereceu a ela a personagem Jade, em “O Clone” (2001). Além de ganhar prêmios e elogios pela sua atuação, a atriz ficou marcada na memória do público por fazer ao longo da trama a dança do ventre.

Com 29 anos de carreira, Giovanna Antonelli escolhe seus personagens prediletos
Giovanna Antonelli como Jade, em "O Clone"

Seu retorno as novelas ocorreria em 2004, desta vez como uma mulher cruel e psicótica. Em “Da Cor do Pecado”, ela deu vida a Bárbara, principal rival de Preta (Taís Araújo). A personagem entrou no hall de grandes vilãs da história das telenovelas. Foi a primeira parceria entre a artista com o autor João Emanuel Carneiro.

Glória Perez e Giovanna voltaram a se reencontrar num trabalho em 2012. “Salve Jorge” teve a amarga missão de substituir o fenômeno “Avenida Brasil” (2012). A história não engatou, mas dona Helô fez sucesso junto ao público.

A segunda vilã de Antonelli também foi numa produção escrita por João Emanuel Carneiro. Ela deu vida a Atena, parceira do protagonista Romero Rômulo (Alexandre Nero). Mesmo a novela fechando abaixo da média desejada pela Globo, sua personagem conseguiu o carinho dos telespectadores e a última cena da obra foi dela.

Não há um trabalho previsto até o momento para atriz. Ela descansa a imagem e, provavelmente, um novo projeto na televisão deve surgir para a artista a partir do ano que vem.

Mais Notícias