Exclusivo

Mesmo com sucesso, Canal Viva picota "Terra Nostra" por causa de trilha sonora

Novela foi editada para a Globo Internacional

Mesmo com sucesso, Canal Viva picota
"Terra Nostra" está sendo exibida no Viva - Foto: Reprodução/Viva

Naian Lucas
i

Naian Lucas

Naian Lucas escreve há 10 anos e já fez de tudo um pouco nas redações. Apaixonado por televisão, é roteirista e trabalha na área desde 2014. Atualmente, é repórter do NaTelinha e aficcionado por tudo que envolve dramaturgia. Siga-me no Twitter: @naiaan

Publicado em 11/04/2019 às 06:41:00 com Daniel César

Mesmo com altos índices de audiência nos primeiros capítulos, "Terra Nostra" tem sido picotada. O Canal Viva optou por exibir a versão compacta da novela, editada para a Globo Internacional e a decisão tem tudo a ver com a trilha sonora.

O NaTelinha apurou que muitas músicas da trilha sonora da novela não podem mais ser utilizadas pela Globo por falta de contrato. A emissora até que tentou, sem sucesso, negociar para garantir os direitos autorais destas canções.

Diante do impasse, a decisão foi de reprisar a versão internacional da obra de Benedito Ruy Barbosa, cujo último trabalho na Globo foi em "Velho Chico". Coincidência ou não, a trama não faz parte do catálogo internacional da emissora. “A versão vendida pela Globo Internacional já contava com os direitos das músicas selecionadas”, explicou o Viva sobre "Terra Nostra" à reportagem.

O canal fechado não soube informar quais as músicas a Globo não possui contrato pelos direitos autorais e que travaram "Terra Nostra" de ir ao ar com todos os seus 221 capítulos originais. O que se sabe, porém, é que tratava-se de canções internacionais, a maioria italiana.

De acordo com o site Memória Globo, foram lançados dois CDs da trilha sonora de “Terra Nostra”. O volume 1 começou a ser vendido ainda em 1999 e teve 14 faixas, todas em italiano. Já o volume 2, com lançamento em 2000, contou com 15 faixas, sendo quatro em italiano. Neste segundo, houve músicas também em inglês e em francês, além das cantadas em português.

Ironicamente, a trilha sonora de "Terra Nostra", que acabou impedindo a exibição original no Canal Viva, faz parte da memória afetiva de parte do público. Para Elizabeth Gomes, de 48 anos, basta falar da novela que as canções vêm à cabeça. “Eu lembro muito bem da música de abertura e uma que o Roberto Carlos cantou”, comentou, referindo-se a "Canzone per Te", de autoria de Sérgio Endrigo. A telespectadora afirmou não saber que a novela está sendo reprisada.

Ao NaTelinha, o Canal Viva confirmou que não é prática do canal picotar as novelas. Segundo nota, a exceção se dá quando a exibição é viabilizada apenas por meio de nova versão. Vale lembrar, no entanto, que "Bebê a Bordo" sofreu com a tesoura da emissora no ano passado.

"Terra Nostra" estreou no Viva em 28 de fevereiro. Em seus primeiros 10 dias no ar, a novela alcançou altos índices de audiência.

De acordo com o MW Ibope, entre os dias 28 de fevereiro e 09 de março, a novela impactou mais de 3 milhões de pessoas em seus dois horários de exibição. Para se ter uma ideia, a antecessora, "Baila Comigo", impactou 5 milhões de pessoas durante os seis meses em que ficou no ar.

A novela de Benedito Ruy Barbosa atingiu em média 300 mil pessoas por dia nos seus 10 primeiros capítulos. Vale ressaltar que, para o Ibope, impactar refere-se ao telespectador que sintonizou a novela por menos um minuto.

Veja a íntegra da nota do Viva:

“O VIVA é um canal de acervo e, por isso, a edição de programas e novelas não é uma prática, salvo exceções em que a exibição só é viabilizada a partir de nova versão, por questões diversas como direitos autorais, por exemplo.
No caso de ‘Terra Nostra’, após o título ser selecionado e a checagem de direitos autorais realizada, o VIVA se deparou com impedimentos relacionados aos direitos musicais. A versão que está no ar, com 150 capítulos, é a exibida internacionalmente pela Globo e a única disponível – sem prejuízos à trama. O VIVA acredita que esse não deva ser motivo de privar o público de reviver essa linda história. ”.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!