Conflitos

Interferências em "Apocalipse" geram crise artística na Record TV

Sérgio Marone é o Anticristo em "Apocalipse" - Fotos: Divulgação

Publicado em 11/06/2018 às 06:01:40 ,
atualizado em 11/06/2018 às 15:29:43

Por: Sandro Nascimento

Com o êxito de "Os Dez Mandamentos" em 2015, a Record TV vem apostando no filão de novelas bíblicas para disputar a audiência no horário nobre da televisão.

Porém, na mesma proporção que se torna uma alternativa de trabalho à dramaturgia da Globo, nos bastidores, a emissora enfrenta uma crise artística em seus folhetins decorrente das bruscas interferências nos capítulos entregues pelos autores. As imposições geram frustração entre escritores, diretores e atores do canal.

Em conversa com o NaTelinha, alguns profissionais reclamaram da falta de liberdade artística na hora de formatar as produções. Todos precisam seguir as alterações designadas por Cristiane Cardoso, filha do bispo Edir Macedo.

Essas intervenções na sinopse original das histórias ocorrem principalmente na forma de retratar a religião, sempre no viés dos preceitos da Igreja Universal do Reino de Deus.

Dos três autores que já escreveram novelas bíblicas para a Record TV, dois enfrentaram problemas por não concordarem com as mudanças repentinas em suas tramas. Um deles foi afastado e outro não teve seu contrato renovado.

A emissora produziu quatro novelas bíblicas, são elas: "Os Dez Mandamentos", "A Terra Prometida", "O Rico e Lázaro" e a atual "Apocalipse".

Renato Modesto

Em 2016, o autor de "A Terra Prometida", Renato Modesto, não teve seu contrato renovado com a emissora, mesmo após a trama ter alcançado uma audiência em torno de 15 pontos, considerados satisfatórios para o patamar da emissora.

Na época, em entrevista ao NaTelinha, ele explicou como são feitas essa interferências, que foram das construções de perfis ao desfecho dos principais personagens.

"A alteração que mais me incomodou atingiu as características da protagonista feminina Aruna. Na sinopse e nos primeiros capítulos, Aruna é uma mocinha guerreira, voluntariosa, corajosa, à frente do seu tempo, a ponto de lutar contra os inimigos usando um disfarce que a transforma no Cavaleiro Mascarado. A supervisão artística da emissora exigiu que ela se tornasse uma mocinha frágil, desajeitada, recatada, submissa a Josué a ponto de prometer nunca mais usar seu disfarce heroico. Achei uma pena, pois eu considerava a 'mocinha guerreira' um dos grandes charmes da história", contou o autor, que também escreveu na Record TV a série "Milagre de Jesus".

Em outro momento da entrevista, Modesto revelou que o desfecho dos principais personagens em "A Terra Prometida" foram diferentes do ele havia imaginado. E citou como exemplo a antagonista Samara (Paloma Bernardi), que terminaria a trama ficando louca e não morrendo arrependida das suas vilanias, como foi ao ar.

Vivian de Oliveira

Recentemente, Vivian de Oliveira, autora de "Os Dez Mandamentos", produção de maior sucesso na história da dramaturgia da Record TV, e da atual "Apocalipse", foi afastada insatisfeita com as repentinas mudanças em seu folhetim.

Vivian estaria decepcionada com as interferências desde o início de "Apocalipse", quando precisou criar as sequências de Tsunami, após entregar os primeiros cinco capítulos à pedido da diretoria da emissora.

Além disso, de acordo com a reportagem da jornalista Ana Cora Lima, do UOL, a narração do Anticristo exibida no início da trama não foi escrita pela autora. Mudanças que só descobriu quando o capítulo foi exibido.

"Sinceramente não sei o que aconteceu com a novela. O texto era maravilhoso, mas foi mexido, muito mesmo, até que perdeu o rumo e eu não entendi. O meu núcleo, por exemplo, acabou sendo bastante cortado e ninguém explicou o motivo", comentou Joana Fomm à publicação.

Além dela, a reportagem do NaTelinha apurou que outros atores estão reclamando de seus papéis em "Apocalipse" e desmotivados em continuar no canal. Alguns veteranos estão buscando retornar à Globo, mesmo com convite de renovação de contrato com a Record TV.


Cristiane Cardoso vem sendo a "manda-chuva" na teledramaturgia da Record TV

Profissionais da parte técnica afirmam que de todas as produções bíblicas, "Apocalipse" foi a mais problemática, e que foi praticamente descaracterizada da sua sinopse original. Além disso, com a pressão que sofria da diretoria artística, Vivian de Oliveira deve estar aliviada pelo seu afastamento.

As mudanças no folhetim tiveram efeito negativo em sua audiência. "Apocalipse" tem médias em torno de 7 a 8 pontos, sendo considerado o maior fracasso na história da dramaturgia bíblica da Record TV, tirando o título de "O Rico e Lázaro", que alcançava 10 pontos.

Esse resultado de "Apocalipse" compromete o desempenho de toda a faixa nobre da emissora no primeiro semestre de 2018.

Consequências internas das interferências

O NaTelinha conversou com um autor de novelas que elogiou o trabalho de Cristiane Cardoso como escritora de livros e palestrante, mas destacou que, embora ela tenha conquistado carta branca para cuidar da dramaturgia da Record TV, ela ainda não dominaria as técnicas de novelas. "Colocá-la numa posição de autonomia para mexer no texto de autores experientes e consagrados é um erro. Mas infelizmente manda quem pode e obedece quem tem juízo", pontuou, solicitando anonimato.

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, alguns escritores foram sondados para assumir novas produções bíblicas na Record TV, porém,teriam negado o convite com receio das possíveis descaracterizações impostas em suas histórias.

Outros, para assumirem um folhetim na emissora, fizeram a exigência de que Cristiane Cardoso não se envolvesse no desenvolvimento da trama e em sua forma de escrever. Em contrapartida, ela poderia participar de pesquisa em torno da novela, devido ao seu conhecimento bíblico.

Procurada, a Record TV não se manifestou.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!