Pedro Carvalho quer perder sotaque português para fazer mais novelas no Brasil

Divulgação

Publicado em 15/05/2018 às 06:00:00 ,
atualizado em 15/05/2018 às 11:40:06

Por: Sandro Nascimento

Após interpretar Amaro na recém-findada "O Outro Lado Paraíso", Pedro Carvalho já está aproveitando o tempo longe das gravações para estudar novos projetos e perder o sotaque de Portugal com o intuito de ter maior possibilidades de personagens e fazer mais novelas no Brasil.

"Agora que eu estou morando aqui, pra ter mais opção de trabalho, estou fazendo aula de fonoaudiologia pra conseguir falar o português do Brasil e de Portugal, esse é o caminho. Agora eu vou tirar umas férias e estudar novos projetos que caibam na minha carreira. Estou curtindo esse final de novela para descansar, curtir o sol, ler e me atualizar. Acho que é importante depois de um trabalho desse colher os frutos", conta Pedro, que pretende viajar para conhecer diversos lugares no país.

Na conversa com o NaTelinha, o ator revela que foi um desafio interpretar Amaro, pois nunca tinha feito um cego na carreira. E classifica a oportunidade como um "presentão".

"Foi um grande desafio, um presentão do Walcyr (Carrasco, autor), do Mauro (Mendonça Filho, diretor) e da Globo pra mim. Eu nunca tinha feito um cego em mais de 13 novelas que fiz em Portugal. Isso fez com que eu pudesse fazer uma construção de personagem diferente. Para que eu pudesse humanizar tive fazer bastante laboratório na Benjamin Constant, que é um instituto para cegos. Com aquelas várias lentes de contato que eu usava na trama, se tornou bastante verossímil e isso foi muito importante", conta Pedro Carvalho, que também teve aula de mobilidade para cegos.

Na sua avaliação, Amaro deu a oportunidade para mostrar uma outra vertente dele como ator "mais sensível e mais humana", e completa: ”foi sem dúvida um grande desafio. Sou muito grato".

Sobre o fim do seu personagem em "O Outro Lado do Paraíso", Pedro acredita que ficou uma mensagem positiva para o telespectador. Ele explica que ficou provado que o amor de Amaro por Estela (Juliana Caldas) era verdadeiro, e que o apoio de Amaro no momento que ela decidiu cuidar de Sophia (Marieta Severo), mesmo após suas vilanias, serviu como lição.

"Foi uma mensagem bem bonita que o autor quis passar. A gente não tem que retribuir na mesma moeda a maldade. Mesmo Sophia sendo uma mau-caráter e tal, não quer dizer que o Amaro e Estela fossem iguais. Outra coisa, isso só prova mais uma vez que o amor do Amaro pela Estela foi verdadeiro. Tanto que foi um amor incondicional, por mais que o Amaro até o final não aceitasse as maldades de Sophia e a forma que ela tratava a Estela, ela era a mãe da Estela. Então, se a Estela decidiu apoiar, o Amaro iria apoiar também e não pagar com maldade. Dar um tapa com luva branca, como a gente fala em Portugal", concluiu o galã.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade