Pedro Carvalho diz que se apaixonaria por mulher com nanismo: "A gente não escolhe o amor"

"O feitiço virou contra o feiticeiro", declara Pedro Carvalho

Amaro ficou cego em "O Outro Lado do Paraíso" - Divulgação/TV Globo

Publicado em 02/04/2018 às 12:06:59 ,
atualizado em 02/04/2018 às 12:39:13

Por: Thiago Forato com Sandro Nascimento

O ator português Pedro Carvalho chegou à Globo fazendo sucesso na pele do misterioso Amaro em "O Outro Lado do Paraíso". O antes golpista agora se apaixonou verdadeiramente por Estela (Juliana Caldas) e para viver um grande amor, terá que pagar um preço alto.

Em entrevista ao NaTelinha, o intérprete garante que Amaro não está praticando mais nenhum golpe contra a filha de Sophia (Marieta Severo). "Agora é a redenção do personagem", explica.

Para ele, Amaro está realmente apaixonado. "É uma pessoa [Estela] que teve muita compaixão mesmo ele tendo sacaneado muito. Eu acho isso incrível. É um amor verdadeiro", derrete-se.

Se ele se apaixonaria por uma mulher com nanismo na vida real? "Me apaixonaria. A gente não escolhe o amor", conta ele.

Confira a entrevista na íntegra:

De golpista, Amaro se tornou apaixonado pela Estela. A que se deve essa súbita paixão?

Pedro Carvalho - Eu acho que o que aconteceu foi que o Amaro acabou por se apaixonar pela pessoa que ele menos esperava. Ele veio com essa pegada de ser safado, golpista, sendo todo galanteador, romântico, tratando a Estela como uma princesa, porque na verdade ele só queria as esmeraldas, e ele sabia que ela era rica, milionária, dona da herança. Aí o feitiço se virou contra o feiticeiro.

Eu acho que o autor tá fazendo isso com alguns personagens, e é muito legal, porque tudo que você faz nessa vida você paga, essa é mensagem, o tema da novela é "tudo que você faz volta pra você". O Amaro tanto mentiu, tanto mentiu que ele acabou acreditando na própria mentira. A mentira acabou se tornando verdade. E ele se apaixonou mesmo. Tanto falou que amava, que isso acabou se tornando verdade dentro dele.

Antes do desabamento acontecer, ele se apaixonou de verdade.... Foi na Dona Mercedes e falou que estava realmente apaixonado e não sabia o que fazer, e ela falou "você terá uma paga"... Foi na casa da Estela, e ela o expulsou... E aí teve o desabamento da mina. Agora desceu do céu ao inferno, está lutando para sobreviver e quem tá ajudando ele é a Estela. E eu acho que agora a máscara caiu, vai ver verdadeiramente a essência do Amaro. Eu acho isso muito forte, uma mensagem muito bonita, e que eu estou fazendo essa interpretação para que a mensagem passe.

A paixão do português pode ser ainda interesse? Há chance de Amaro estar fingindo isso tudo?

Pedro Carvalho - Não há qualquer chance que isso aconteça. Pelo menos até agora eu não acredito. Isso já aconteceu, agora é a redenção do personagem, ele tá realmente apaixonado. Mas atenção: ele já estava apaixonado antes disso tudo acontecer, ele não sabia que a mina ia explodir, ia ficar cego, ele se apaixonou de verdade. Aí aconteceu tudo isso e ele tá lutando para sobreviver, com a Estela ajudando, e mais apaixonado ele está, porque é uma pessoa que teve muita compaixão mesmo ele tendo sacaneado muito. Eu acho isso incrível! É um amor verdadeiro.

As novelas de Walcyr Carrasco têm grandes reviravoltas. Prova disso é que o Amaro ficou cego após a explosão na mina. O que você está achando da trama?

Pedro Carvalho - As novelas do Walcyr em Portugal há um fenômeno muito interessante, sempre tem muito sucesso. A gente tem muita produção nacional, as pessoas consomem muita novela portuguesa, mais que as brasileiras. Algumas novelas de alguns autores brasileiros continuam tendo muito sucesso. E essa novela do Walcyr, do Aguinaldo, João Emanuel Carneiro são umas que as pessoas sempre gostam. E "O Outro Lado do Paraíso" tem uma audiência muito boa em Portugal, já tá passando lá... Eu acho que o Wacly é um gênio, sinceramente, fiquei completamente fã. Já era fã do trabalho dele, foi um sonho relaizado trabalhar com ele e com o Mauro [Mendonça Filho, diretor].


publicidade

É muito curioso porque um dos protagonistas de novela que eu fiz em Portugal que foi muito bem, foi numa novela chamada "Remédio Santo", que foi finalista de um Emmy e disputou com "O Astro", da Globo. A gente acabou perdendo para "O Astro", curiosamente, dirigida pelo Mauro... Eu nunca pensei que iria fazer novela do Mauro. E a minha primeira novela na Globo - que espero que de muitas - foi justamente dele, acho maravilhoso... E de um autor que eu já era muito fã.

Acho as tramas muito boas e por isso mesmo está tendo um sucesso tão grande, uma audiência maravilhosa. Os personagens são muito bons, as histórias são muito boas, é de louvar. Sou muito grato por estar em um projeto desse com atores tão bons e ter a oportunidade de fazer um personagem de uma composição tão grande.

O amor não vê cara, coração e bolso... Logo, você se apaixonaria por alguém com nanismo na vida real? Já ocorreu algum tipo de paixão "improvável" na sua vida?

Pedro Carvalho - Essa é uma pergunta que me fazem muito e e eu respondo com a maior sinceridade do mundo: me apaixonaria por uma mulher com nanismo. Eu acho mesmo isso, eu fui educado em uma família, também amigos e colegas de trabalho, onde não existe preconceito. Eu acho que o amor não escolhe cor de pele, idade, estatura... Se apaixona e ponto. Todo amor é válido, desde que seja amor de verdade. Então eu me apaixonaria sim, sem qualquer questão, por uma mulher com nanismo. A gente não escolhe o amor.

Amaro teve um preço a pagar para ficar com Estela, como viu Mercedes. Você pagaria um preço tão caro como esse para viver um grande amor? Até que ponto você iria para vivê-lo?

Pedro Carvalho - É uma pergunta difícil. Ele pagou esse preço caro para ficar com a Estela. Mas ele não sabia que isso ia acontecer. Eu acho que o amor é um sentimento que ultrapassa a alma. Quando a pessoa ama de verdade, quando encontra a alma gêmea, a gente faz tudo, a gente morre por essa pessoa. De verdade, eu sou um romântico, sempre fui e sempre serei, faz parte de mim. Eu acho que a única característica que eu tenho em comum com o Amaro é essa. Eu acredito, sim, que há quem pague um preço alto para ficar com a pessoa amada.

Eu quando amo eu faço tudo por essa pessoa, eu me entrego de alma e coração. É uma entrega total. Quando isso acontece, a pessoa é como se fosse um mebro seu, parte de você, quando a pessoa sofre você quer estar sofrendo no lugar da pessoa, quando tem uma vitória você fica mais feliz que ela.

Pretende seguir carreira no Brasil?

Pedro Carvalho - Sim, com certeza. Em Portugal eu já gravo novelas desde os meus 16 anos, já gravei 13 novelas, cinema, teatro, dublagens, enfim. E agora estou pretendendo firmar minha carreira aqui. Estou morando no Rio... Espero continuar fazendo mais trabalhos nessa emissora que me acolheu tão calorosamente e que eu sou tão grato. Tô fazendo aula de fonoaudiologia para conseguir falar o sotaque daqui, para ter mais ooportunidades de trabalho, para não fazer só portugueses.

Pretendo ficar no país, entre projetos aqui e ir a Portugal, novela, seriado, filme, propaganda, porque lá como já sou muito conhecido e com a carreira mais firmada, dá pra fazer essa ponte áerea. Mas meu objetivo é firmar carreira aqui.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade