Carol Duarte torce por um final feliz de Ivan e Cláudio em "A Força do Querer"

Atriz elogia Gloria Perez e fala sobre a causa LGBT abordada na novela

Divulgação/ TV Globo

Publicado em 28/09/2017 às 05:00:53 , atualizado em 28/09/2017 às 12:16:26

Por: Diogo Cavalcante com Diego Falcão

Carol Duarte está no ar em "A Força do Querer", de Gloria Perez, interpretando a trans homem Ivan. A novela mostrou a transição de Ivana num diálogo repleto de informações e momentos polêmicos.

O público tem correspondido de forma positiva ao tema abordado na trama, segundo a atriz.

Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, Carol Duarte ressaltou a parceria com Maria Fernanda Cândido. "Fico feliz com a troca de experiência", disse.

Na reta final, Ivan ainda vai enfrentar muitos desafios e viver fortes emoções. O personagem irá engravidar e seu desfecho ainda não foi definido por Gloria Perez.

Confira entrevista na íntegra:

NaTelinha - Qual a contribuição que vocês esperam estar dando ao público da novela?

Carol Duarte - Personagens como a da Ivana e do Nonato (Silvero Pereira) são muito importantes, porque trazem pro público uma questão especifica muito necessária e urgente, e disparam discussões e fazem as pessoas buscarem mais informações. É inegável a importância de entrar na casa das pessoas falando sobre a questão trans num país que mais mata essa comunidade.

Espero que a novela seja uma faísca para que as pessoas busquem informação, porque muitas vezes o preconceito vem da falta de conhecimento, para que as pessoas revejam seus conceitos, para contribuir com a luta trans que há tanto tempo batalha por direitos e contra a transfobia.

NaTelinha - A recepção nas ruas, como está?

Carol Duarte - O público tem sido muito carinhoso, estão torcendo pela nossa felicidade, sentem compaixão pela história. Muitos dizem que estão muito felizes por esse tema estar na novela das 21h.

NaTelinha - A intenção de Gloria Perez ao abordar a "identidade de gênero" é ajudar a "salvar vidas", considerando que o Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo. Parte da plateia da novela abraçou o tema, compreendendo a importância social. Já outra, talvez mais conservadora, chega a considerar que é um "incentivo". Como lidam com essa polaridade do público?

Carol Duarte - As novelas tocam a realidade, criam ficções e realidades que falam sobre nosso mundo, que falam com o Brasil. Às vezes a ficção pode ser mais direta no paralelo com o real, e as vezes menos, e não necessariamente é menos eficiente. Depende também do objetivo da novela, do argumento da dramaturgia, da condução da história, enfim, são muitas variantes.


publicidade

A violência que as pessoas trans são expostas é brutal. Já passou da hora de nós enquanto sociedade destruirmos esse índice do país mais perigoso para uma pessoa LGBT viver. É inadmissível que fechemos os olhos pra isso, eu acho ótimo a novela lançar o olhar sobre o tema, porque é necessário, é urgente apoiarmos a luta trans, porque isso também nos diz respeito.

NaTelinha - Em sua primeira atuação na TV, você já pegou um personagem denso, com uma carga dramática forte. O desenvolvimento dos capítulos está de fato mais pesado ou sua preparação prévia para o papel a deixa segura?

Carol Duarte - Enquanto atriz eu estudei bastante para compreender esse universo e o que as pessoas trans passam, acho que esse mergulho é importante para que o ator compreenda as angustias, as pressões, a densidade do personagem. É esse o nosso trabalho, estudar, compreender tudo que envolve aquele sujeito, então concretizar isso tudo na cena, no corpo, na voz, na lógica.

É sempre desafiador, tenho sempre a impressão de começar do zero toda a pesquisa, é uma folha em branco, que ao mesmo tempo que tem infinitas possibilidades, assusta pela imensidão. Estou vivendo tudo isso, e como atriz a minha aproximação é a mais profunda possível, mas tenho a sensação de que os personagens são sempre maiores e exigem mais e mais.

NaTelinha - Você acha que Ivana vai ter um final ao lado de Cláudio (Gabriel Stauffer)? Há quem torça na internet pelo casal, desde o começo da trama.

Carol Duarte - Eu também torço para que eles terminem juntos, mas não sei qual será o final.

NaTelinha - Ivana tem uma relação conflituosa com sua mãe, a intransigente Joyce. Como é a parceria com Maria Fernanda Cândido?

Carol Duarte - Fico muito feliz de estar vivendo e trocando experiências não só com a Maria Fernanda Cândido, mas com todos do elenco. Eles são atores há muitos anos, antes mesmo de eu me imaginar atriz, então aprendo muito os assistindo. Eles têm um domínio da linguagem da TV enorme. Me dão uns toques de vez em quando!

A troca de experiência é inevitável, e é muito interessante observar como cada um resolve a cena, como lida com o dia a dia da novela, porque gravamos muito.



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade