Reportar erro
Amor e ódio

Ódio à primeira vista! Sete casais do cinema que não se suportavam na vida real

Danes-e-DiCaprio_0a76019c6ff56dbd80a8ca91cb5d93f7248d6a3f.jpeg
Leonardo Di Caprio e Claire Danes - Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 23/05/2017 às 10:31:20

Nem sempre um casal da ficção se dá bem na vida real. Às vezes, ouvimos casos de atores que não se suportam, mas graças ao profissionalismo conseguem passar para o espectador veracidade quando precisam estar apaixonados em cena.

Hollywood não está longe disso! Do mesmo jeito que há atores que acabaram vivenciando um romance de verdade enquanto contracenavam jutos, há aqueles que a química desandou já na primeira cena.

A seguir, destacamos sete casais da história do cinema que se odiaram já na primeira cena, mas precisaram deixar suas diferenças de lado, mesmo com o clima tenso no set, até concluírem as filmagens.

Marilyn Monroe e Laurence Olivier:

Ódio à primeira vista! Sete casais do cinema que não se suportavam na vida real

Que Marilyn Monroe foi uma das estrelas mais cobiçadas do cinema ninguém duvida, mas a loira deu muito trabalho para Laurence Olivier, com quem contracenou em “O Príncipe Encantado” (1957). O ator, que também dirigiu o longa, reclamava muito da insegurança de Marilyn, que fazia questão da presença do seu coach no set de filmagens para tirar suas dúvidas. Dizem que quando o filme terminou de ser rodado o casal já se odiava.

 Anthony Hopkins e Shirley MacLaine:

Ódio à primeira vista! Sete casais do cinema que não se suportavam na vida real

Em 1980, a dupla de veteranos atores formou casal no filme “Amantes em Família”, mas apesar do nome sugestivo, a relação dos dois nos bastidores não era nada boa. Com o término do trabalho, o ator chegou a dizer que a colega era a atriz mais detestável com quem ele já havia contracenado. 

Richard Gere e Debra Winger: 

Ódio à primeira vista! Sete casais do cinema que não se suportavam na vida real

Quem não gostaria de viver um romance com Richard Gere? Por incrível que pareça, o ator de cabelo grisalho mais charmoso do cinema foi capaz de irritar Debra Winger. A atriz trabalhou com ele em “A Força do Destino (1982) e a relação de amor só durava enquanto as câmeras estavam ligadas. Nos bastidores, os dois não se aproximavam. Em uma declaração, Winger afirmou que conversar com o colega era como falar com uma parede. 

William Baldwin e Sharon Stone:

Ódio à primeira vista! Sete casais do cinema que não se suportavam na vida real

A relação entre os protagonistas de “Invasão de Privacidade”, lançado em 1993, ficou quente dentro e fora do set. Durante as filmagens, William Baldwin reclamou que Sharon Stone era muito abrupta em cena. A convivência ficou ainda mais difícil quando a atriz mordeu a língua do ator, que ficou dias sem poder falar. Depois do ocorrido, algumas cenas tiveram que ser feitas separadamente. Ao término da filmagem, a loira afirmou que a experiência teria sido bem melhor se ao invés de William seu irmão, Alec, tivesse sido seu ar romântico.

Nick Nolte e Julia Roberts:

Ódio à primeira vista! Sete casais do cinema que não se suportavam na vida real

Talvez este tenha sido um dos casos mais sérios de desentendimentos durante as filmagens de um filme, até o momento. Em “Adoro Problemas” (1994), Nick Nolte e Julia Roberts deram vida a um casal de jornalistas que brigavam por um furo de reportagem. Trabalhando juntos, no decorrer da história, o casal acabava se apaixonando. Na vida real, o ódio era recíproco. Tanto que Roberts chegou a dizer que Nolte era um ser humano nojento e o pior colega com quem havia trabalhado. Sabendo disso, ele começou a irritar a atriz em cena. Em certo momento, a relação ficou tão insuportável que os dois se negavam a contracenar juntos, obrigando a produção a usar dublês para que o filme fosse concluído.

 Leonardo Di Caprio e Claire Danes:

Ódio à primeira vista! Sete casais do cinema que não se suportavam na vida real

Quem também foi considerado imatura foi Leonardo DiCaprio. Em 1996, o ator protagonizou “Romeu + Julieta”, uma versão moderninha do clássico de Shakespeare. Na época, Claire Danes, seu par romântico, disse que o ator agia de forma inadequada no set. Já DiCaprio afirmou que sua parceira é que era séria demais.

Ryan Gosling e Rachel McAdams:

Ódio à primeira vista! Sete casais do cinema que não se suportavam na vida real

Sabe aquela história de que amor e ódio caminham juntos? “Diários de Uma Paixão” é um grande exemplo disso. Estrelado por Ryan Gosling e Rachel McAdams, em 2004, o filme conta a história de um casal que precisou derrubar muitas barreias para ficarem juntos e o fim da vida também não foi algo fácil. No set, a relação dos atores era muito tensa, com direito a tantas discussões que Gosling chegou a pedir que a atriz fosse substituída, o que, obviamente, não foi atendido. Curiosamente, após a finalização do trabalhão, os dois atores engataram um romance.

TAGS:
Mais Notícias