Quibi

Concorrente da Apple e Disney alcança 1,7 milhão downloads em uma semana

Plataforma deve ver número crescer com o fim da quarentena

Concorrente da Apple e Disney alcança 1,7 milhão downloads em uma semana
Logotipo de Quibi - Foto: Divulgação

Publicado em 14/04/2020 às 16:09:00 ,
atualizado em 14/04/2020 às 16:21:02

Por: Redação NT

Serviço de streaming móvel, o Quibi foi lançado no dia 06 de abril e atingiu cerca de 1,7 milhão de downloads na sua primeira semana, mas os números estão abaixo das expectativas, principalmente quando é feita a comparação com as concorrentes como o Disney+ e Apple TV+.

A Disney atingiu 12,5 milhões de assinantes nos sete primeiros dias na sua plataforma digital. De acordo com o site norte-americano Variety, a pandemia do novo coronavírus tem sido uma das explicações pela baixa procura do serviço.

O produto oferece vídeos de até 10 minutos para as pessoas acompanharem em trajetos curtos, como viagem em transportes públicos ou na hora do almoço. Como muita gente se encontra em quarentena, programas de televisão e atrações mais longas de streaming como séries e filmes estão sendo mais consumidos, o que prejudicou o Quibi.

Quem fez essa afirmação foi o vice-presidente de insights da Apptopia, Adam Blacker. “Quibi provavelmente esperava um melhor lançamento… O coronavírus definitivamente teve um impacto”, declarou o executivo.

“Ao usar o aplicativo, fica claro que é melhor usá-lo durante o trajeto para o trabalho, o que não está acontecendo para muitas pessoas no momento", ressaltou, apontando que pode ocorrer uma melhora quando a pandemia acabar.

Um dos sócios do Quibi está satisfeito

Meg Whitman, CEO e ex-presidente do Ebay e da HP, além de ser uma das sócias do Quibi, adotou discurso diferente de Adam e relatou que as assinaturas estão acima das projeções. De acordo com informações da empresária, 80% dos usuários viram os vídeos do começo ao fim.

O Quibi foi lançado em todo planeta, mas a maioria dos assinantes é dos Estados Unidos – 87% – e no Canadá – 6%. O Quibi está disponível no Brasil, mas apenas na versão inglês e não há legenda para os conteúdos da plataforma que tem como uma das suas principais estrelas o cineasta Steven Spielberg.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!