Duelo de titãs

Netflix esnoba Disney e diz que sua concorrência é com "Fortnite"

Para presidente da Netflix, Disney e Apple não passam de "marola"

Netflix esnoba Disney e diz que sua concorrência é com
Netflix não teme chegada da Disney

Thiago Forato
i

Thiago Forato

Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há 14 anos e assina a coluna Enfoque NT há oito, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele:

thiagoforato@natelinha.com.br

Twitter: @tforatto

Publicado em 16/04/2019 às 11:17:52 Atualizado em 16/04/2019 às 14:50:08

A Disney promete vir com tudo em novembro com o lançamento de sua plataforma por streaming, o Disney+, já anunciado na semana passada e bastante alardeado.

A Netflix vem se preparando para seus novos concorrentes como a Apple e a própria Disney, mas oficialmente, seu presidente, Reed Hastings, esnobou ambas as plataformas.

A empresa que conta com quase 140 milhões de clientes não teme seu futuro. "Nós competimos com 'Fortnite', e não com a HBO", exemplificou ele numa carta enviada aos acionistas. "O foco da Netflix não está na Disney+, Amazon ou outros, mas sim em como podemos melhorar nossa experiência aos consumidores", completou. O "Fortnite" se tornou o game mais jogado do mundo há um ano.

De fato, a Netflix agora precisa provar que pode continuar aumentando sua base de assinantes, já que seus clientes são atraídos por duas empresas gigantes e que sabem atrair seus fãs.

Em outras palavras, a Netflix vê as ofertas da Disney e Apple como meras "marolas". Em 2018, 30 milhões de novos clientes foram adicionados à base. Analistas esperam o mesmo número ao final de 2019.

A Disney+ será mais barata que a Netflix. O plano mensal será de US$ 6,99 contra US$ 8,99. A Apple também será, mas ainda não há preços.

Dentre os atrativos da Casa do Mickey, estão "Star Wars", "Os Simpsons" e todo o catálogo original da Disney.


publicidade

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!