Reportar erro
Exclusivo

Elizângela recorda difícil início de carreira na TV: "Criança velha"

Atriz é estrela do terceiro episódio do As Crianças que Amamos, do Canal Viva

Elizângela dando gargalhada durante As Crianças que Amamos
Elizângela durante As Crianças que Amamos, no Canal Viva - Foto: Divulgação/ Canal Viva
Redação NT

Publicado em 16/06/2021 às 18:46:53,
atualizado em 16/06/2021 às 19:20:55

Elizângela relembrou início da carreira na televisão, quando tinha apenas nove anos, ao entrar para o Clube do Guri da TV Tupi Rio (1964) e apresentação do Essa Gente Inocente (1965) na TV Excelsior. Sua estreia na Globo Rio foi em 1966, no Clube do Capitão Furacão, seu primeiro grande destaque. A atriz recordou seus passos iniciais durante o programa As Crianças Que Amamos, do Canal Viva.

A artista é a protagonista do terceiro episódio da série documental, que será exibido nesta quinta-feira (17), na emissora. Na entrevista, Elizângela também falou sobre seus diversos trabalhos na televisão ao longo dos anos.

"Eu costumava dizer que eu era uma criança velha, porque sempre fui muito responsável, desde pequena. Eu tinha aquele compromisso de ir para o colégio de manhã, e de tarde fazer o programa. Fazia meu dever de casa quando chegava em casa, e brincava com boneca. Era uma criança normal e feliz que tinha responsabilidades, porque trabalhava, ajudava em casa", comentou a atriz.

Elizângela cria polêmica sobre vacinação contra a Covid-19

Em dezembro, Elizângela entrou numa polêmica sobre vacinação. Ela escreveu em seu perfil em rede social comparando a vacinação obrigatória contra a Covid-19 com o crime de estupro. Por conta da controversa opinião, ela recebeu uma enxurrada de críticas e discutiu com alguns seguidores.

"Penetração forçada sem consentimento é estupro", diz a imagem compartilhada por Elizângela no Instagram. O registro é ilustrado por uma injeção sendo aplicada. "Meu corpo, minhas regras", acrescentou a atriz na legenda da publicação, feita na noite dessa sexta-feira (18), que chegou a ser classificada como "conteúdo delicado" pela plataforma após denúncias.

O posicionamento repercutiu mal na rede social. "Não te sigo mais. Que triste", escreveu uma internauta, que recebeu uma réplica da artista. "Por que eu penso diferente de você? Então vai na paz", rebateu Elizângela.

"Eu não concordo. Acho que as pessoas devem se vacinar, a vida precisa voltar, precisamos ter segurança para viver! Somente a vacina vai nos prevenir. Só acho", escreveu outra seguidora. "Segurança pra viver... Você acha que é a vacina que vai te dar isso? Aguarde", duvidou a intérprete de Aurora na novela de Glória Perez.



Mais Notícias
Outros Famosos