Reportar erro
Covid-19

Xuxa reforça importância no combate a pandemia: "Não é mimimi"

Xuxa fez pedido aos fãs

Xuxa
Xuxa
Redação NT

Publicado em 25/03/2021 às 12:38:38,
atualizado em 25/03/2021 às 12:55:13

Xuxa Meneghel reforçou a importância no combate a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) nesta quinta-feira (25). A eterna Rainha dos Baixinhos lembrou que estamos no pior momento da doença, com mais de 300 mil. "Os hospitais estão lotados. Não há mais médicos. Não há mais como abrir leitos", alertou. E avisou em vídeo: "Não é mimi".

Na mensagem em texto, Xuxa afirmou que dinheiro não é mais solução. "Nossa única saída para contornar o colapso corrente é convencer, educar, conscientizar a população a encarar esse momento com seriedade. Lutar contra a banalização, o negacionismo e o descaso", pontuou.

No vídeo, contou uma história: "Oi, meu nome é Xuxa Meneghel e eu saí, fui na praia, encontrei com algumas amigas. Logo depois a gente foi para uma balada. Aí, voltei para casa. Minha mãe tava lá deitada. O nome dela é Alda. Alda Meneghel. Cheguei, abracei, beijei ela. Aí, ela pegou Covid. Eu matei a minha mãe. Essa história é baseada em fatos. Os nomes são fictícios, mas isso acontece todo dia. Toda hora. A gente não é só número. Nós temos nomes. Não é mimimi. Fique em casa! Use máscara, álcool em gel".

Confira:

Xuxa e Bolsonaro

Em janeiro, em um post de Fábio Porchat no Instagram, detonou o presidente: "Essa galera babaca é muito sem noção e com uma nação indo para o buraco por causa deles. E espera que vem pior, se não tirarem ele. PS: Não vou esperar os babacas de plantão se pronunciarem. Bando de machistas, homofóbicos, preconceituosos".

"Ainda tem babacas, babacas, sim, que ri dele e o chama de mito. Eu, que nunca gostei do PT, sou tachada de comunista e petista por pensar igual a você e, quando não tem mais nada para falar de mim, me chamam de pedófila”, desabafou.



Mais Notícias
Outros Famosos