Reportar erro
Cuidados

Borat de Amor & Sexo está em estado grave após ser baleado por policial

Mulher do assistente de palco se pronunciou

Borat e Fernanda Lima no Amor e Sexo
Borat e Fernanda Lima no Amor & Sexo - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 26/11/2020 às 15:54:30

Bruno Miranda, mais conhecido como Borat do Amor & Sexo, está internado em estado grave no CTI do Hospital Municipal Lourenço Jorge, após ser baleado por um policial em meio a uma briga de trânsito de terceiros na última quarta-feira (25).

Por meio das redes sociais do assistente de palco de Fernanda Lima, foi detalhado o seu quadro médico, destacando que apesar de tudo, ele está acordado e lúcido. "Paciente admitido no CTI em 25/11, em pós operatório de colectomia direita, mais enterectomia, mais lesão de polo renal direito em tratamento conservador, após lesão por projétil de arma de fogo abdominal. Sem comorbidades clínicas, em uso de antibióticos", disse, segundo boletim médico.

"Últimas 12 horas com pressão arterial estável, sem febre, acesso venoso em veia jugular interna esquerda. Acordado, lúcido e orientado. Ritmo cardíaco regular, abdome tenso, peristalse débio, doloros difusamente, sem sinais de irritação peritoneal, com ferida operatória. Membros inferiores sem alteração, mantida dieta zero. Segue aos cuidados do CTI e da cirurgia geral", completou.

Borat foi baleado enquanto passava pela praia do Recreio dos Bandeirantes, no Rio, rumo à academia, e nada tinha a ver com o entrevero no trânsito.

Borat de Amor & Sexo está em estado grave após ser baleado por policial

Mulher de Borat se pronuncia

Em conversa com a Época, Mariana Melgaço, esposa de Borat, relatou um encontro breve que teve com ele após a operação que passou. Ela foi a responsável por contar quem foi o autor do disparo, algo que ele até então não sabia.

"Estive com ele no CTI, nós conversamos, perguntei se ele viu quem atirou, mas ele disse que não. Falou que só escutou o barulho do disparo e sentiu a dor. Fui eu que contei que havia sido um policial, e ele disse: 'Não sabia, eu estava do outro lado da calçada. Só escutei um disparo de revólver e senti a dor'", contou.

Ela ainda contou que tentou acalmar o marido. "O Bruno não gosta muito de hospital, tem um certo pânico. Tentei acalmá-lo, falei que a gente precisava dele bem, que ia precisar ficar um tempo internado para se recuperar. Ele estava achando que já ia poder vir para casa, queria ir embora", disse.

TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos