Mais um capítulo

Caso Gugu: Advogado de Rose Miriam apresenta documento que pode comprovar união estável

Herança de Gugu é alvo de disputa

Caso Gugu: Advogado de Rose Miriam apresenta documento que pode comprovar união estável
Gugu ao lado de Rose Miriam - Foto: Reprodução

Publicado em 21/09/2020 às 15:53:00

Por: Redação NT

A briga pela herança de Gugu Liberato (1959-2019) ganhou um novo capítulo com a aparição de um documento que comprovaria a união estável entre o apresentador e Rose Miriam. Nelson Wilians, advogado da mãe dos três filhos do comunicador, afirmou que essa seria a prova definitiva da existência de uma relação conjugal entre os dois.

Em nota ao NaTelinha, Wilians demonstrou surpresa com o vazamento da informação. “Sobre um novo documento incorporado ao processo de reconhecimento de união estável entre Rose Miriam e Gugu Liberato, o advogado Nelson Wilians esclarece que ‘o processo corre em segredo de Justiça e causa perplexidade o fato de esta informação ser divulgada nos meios de comunicação’”, disse.

“É uma prova definitiva do que há muito estamos discorrendo que, se entre 2010 e 2011 o casal enfrentou uma crise conjugal, logo em seguida se reconciliou e deu continuidade a união, permanecendo a família unida até a trágica morte de Gugu”, completou.

A informação surgiu através do jornalista Erlan Bastos. Na reportagem, é relatado que a declaração foi juntada ao processo de reconhecimento de união estável de Rose e Gugu. Há quatro anos, o casal se mudou para os Estados Unidos com os filhos e o apresentador transferiu cerca de US$ 550 mil para a conta da médica.

O objetivo era que esse dinheiro fosse usado para investir em um time de futebol. Para que o montante tivesse legalidade, Gugu teria assinado um comprovante explicando que não era uma tentativa de fraude e que a família toda deveria ter um Green Card para viver legalmente no país.

No documento, o apresentador teria dito o seguinte: “Eu, Antônio Augusto Moraes Liberato, tenho uma companheira de muitos anos, Rose Miriam Souza Di Matteo, que é a mãe dos meus três filhos”. O apresentador ainda teria transferido o dinheiro sob pena de perjúrio (falso testemunho).

Com a certidão, a defesa de Rose quer que a declaração de 2011 seja desconsiderada pela Justiça. No documento,ela aparece como “solteira, segundo declarou, sem manter relacionamento”. Outro trecho ainda diz que “reconhece que estão ligados tão e somente como pais e, portanto, são responsáveis pelo bem-estar dos filhos”. 

Essa é uma das provas que os advogados da família de Gugu têm usado para comprovar que ele não tinha uma relação com Rose. E além disso, a justificativa de que ela fosse uma empresária bem sucedida para demonstrar que não estaria passando necessidades, como chegou a afirmar.

A nova possível prova foi entregue para Rose neste mês, porque fazem parte dos documentos para pedido do Green Card. Como revelou Nelson Wilians, o processo segue em segredo de Justiça e não há autorização para divulgação.

Herança de Gugu Liberato

Após o falecimento do apresentador, em novembro do ano passado, foi aberto o testamento e Rose Miriam ficou sem herança. Ela entrou na Justiça para ter seu relacionamento com Gugu reconhecido como união estável, o que lhe garantiria um percentual da fortuna do artista.

A família do apresentador tem defendido a tese que Rose e Gugu eram apenas amigos e que o desejo do comunicador deve ser respeitado, ou seja, a maior parte dividida entre os três filhos – João Augusto e as gêmeas Sofia e Marina – e o restante entre a mãe dele, dona Maria do Céu – ela terá uma pensão vitalícia – e os sobrinhos.

No meio de tanta confusão, Thiago Salvático revelou que vivia um romance homossexual com o apresentador e entrou na justiça para ser reconhecido como seu companheiro no final da vida, o que também lhe daria direito a um percentual da herança do comunicador. Contudo, ele retirou o processo.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!