Quarentena

Maria Zilda não sai de casa há seis meses por causa da Covid-19: "Só pego se criar perna"

Atriz está fazendo lives para combater a solidão da quarentena

Maria Zilda não sai de casa há seis meses por causa da Covid-19:
Maria Zilda está fazendo live - Foto: Reprodução

Publicado em 22/06/2020 às 10:50:00

Por: Redação NT

Maria Zilda entrou na onda das lives e tem conversado diariamente com seus fãs através do Instagram. Solteira e morando sozinha no Rio de Janeiro, a atriz confessou que tem usado a ferramenta por conta da solidão, principalmente neste período de pandemia, que ela garante que não sai de casa para nada.

As compras de supermercado são feitas pela sua oftalmologista, vizinha de condomínio. Ela não tem empregada doméstica neste período, fazendo sua própria limpeza. Já cozinhar não é sua especialidade, por isso ela compra comida vegana em um restaurante. “Não gosto e não sei”, revelou em entrevista publicada nesta segunda-feira (22) pelo jornal Extra.

Com 66 anos, Maria enfrentou um problema de saúde entre dezembro e janeiro. Em fevereiro, decidiu não sair de casa e continuou se cuidando. No mês seguinte, entrou em quarentena por conta da Covid-19, ficando seis meses sem sair de casa.

“Meu filho Rodrigo diz que, inevitavelmente, todos vão pegar. Eu só pego se o corona criar perna e entrar nessa casa, porque não saio mesmo”, brincou a atriz aos risos, sem deixar de beber sua cerveja.

Com a visão do olho direito comprometido por uma doença generativa na retina, ela garante que não perde seu bom humor. “Sou muito intensa. Quanto sinto as coisas, sinto de verdade”, relatou.

Mas a atriz admite que ficou triste por conta da pandemia e a obrigatoriedade de ficar em casa. “Já deprimi por causa desse vírus, mas abri esse espaço para levar alegria para as pessoas, para que durmam com sorriso no rosto”, acrescentou.

Live de Maria Zilda

Maria Zilda conversa com duas pessoas por dia e ela busca trazer boas histórias aos seus fãs. “Aqui não tem censura. As pessoas estão muito caretas. Pode falar tudo, se alguém quiser me processar, posso provar tudo”, disparou.

Após o fim da quarentena, ela venderá sua casa e comprar um apartamento menor. “Doei a metade do que eu tinha nessa casa. Percebi que preciso de bem pouco para viver. Vou vender essa casa enorme e me mudar para um apartamentinho de dois quartos, um para mim e outro só para receber um hóspede. Não preciso mais que isso”, concluiu.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!