Deu o que falar!

Maiara e Maraisa processam autor de charge onde aparecem com braçadeira nazista: "Absurdo"

A dupla se pronunciou repudiando

Maiara e Maraisa processam autor de charge onde aparecem com braçadeira nazista:
Maiara e Maraisa - Foto: Divulgação

Publicado em 21/01/2020 às 18:00:17

Por: Redação NT

Nesta terça-feira (21), a dupla Maiara e Maraisa se pronunciou por meio das redes sociais contra uma publicação feita por um colunista da Folha de S. Paulo, que tinha como ilustração uma charge das duas, com o uso de um braçadeira com uma suástica nazista.

Por meio de uma nota de repúdio, as duas afirmaram que "associar a dupla ao nazismo é uma grande irresponsabilidade e uma agressão às cantoras que repudiam qualquer atitude que remeta a essa época tão sombria da história".

Ainda no comunicado publicado, é destacado que as famosas já acionaram o departamento jurídico da dupla "para que os responsáveis respondam juridicamente pelos seus atos".

Para evitar que a atitude optada pelas duas ser atribuída a qualquer censura, o texto destaque que elas são totalmente à favor da liberdade de imprensa, "mas para tudo há de se ter um bom senso e responsabilidade".

Charge de Maiara e Maraisa é retirada do ar

Após o texto divulgado, a Folha decidiu remover do texto a charge polêmica, e ainda incluiu uma nota da redação que contém um pedido de desculpas às cantoras sertanejas.

"A Folha pede desculpas à dupla Maiara e Maraisa pela ilustração de autoria de Anderson França publicada em artigo do colunista nesta terça (21). Não há na biografia da dupla nada que possa associá-la ao símbolo odioso que foi inserido. A ilustração já foi retirada do ar, em respeito à dupla e também por não coincidir com a orientação editorial do jornal", diz o texto.

Confira a publicação do perfil das famosas:


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!