Reportar erro
Disse 'não'

Felipe Neto recusou prêmio para não ser associado a Dallagnol e Dória

Influenciador teria declinado após ser eleito um dos brasileiros do ano pela IstoÉ

Deltan Dallagnol, Felipe Neto e João Dória
Felipe Neto teria se recusado a ser associado a jurista e político (Fotos: Instagram/Reprodução)
Redação NT

Publicado em 30/11/2019 às 14:50:00

O influenciador digital Felipe Neto afirmou neste sábado (30) que foi eleito um dos brasileiros do ano pela revista IstoÉ, mas recusou o reconhecimento. O motivo seria o fato de ter que figurar ao lado do governador de São Paulo, João Dória, e do jurista Deltan Dallagnol, que integrou a força-tarefa da Operação Lava-Jato.

Os "Brasileiros do Ano", segundo a IstoÉ, foram divulgados na última sexta-feira (29). Felipe Neto disse, em seu perfil no Twitter, que declinou o prêmio após pedir a relação com os demais vencedores.

Além de Dória e Deltan, a lista inclui o cantor Luan Santana, as atrizes Marina Ruy Barbosa e Paolla Oliveira, o apresentador Jô Soares e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

"Eu seria um dos premiados. Resolvi recusar quando pedi a lista de vencedores. Todo amor a Luan, Marina, Jô e Paolla, acho que nem sabiam. Não dá mais pra bater palma pra falta de representatividade do que é o Brasil de fato. E me recuso a compactuar com quem premia Deltan e Doria", postou Felipe.

"Espero que a IstoÉ use esse erro colossal para melhorar e evoluir. Todos nós cometemos erros, o importante é reconhecer e assumir o compromisso de aprender com eles. Todo o trabalho da revista não será cancelado por isso, mas é preciso refletir bastante", assinalou o youtuber.

Felipe Neto em 2019

O nome do digital influencer nunca esteve tão em alta quanto em 2019. Em setembro, ele combateu a censura na Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Após a determinação do prefeito Marcelo Crivella de apreensão de HQs que continham a representação de um beijo gay, Felipe Neto comprou cerca de 14 mil exemplares para distribuição no evento.

Por conta da atitude, se viu no epicentro de uma grande polêmica e chegou a ser ameaçado de morte. Ele também se tornou um dos principais nomes da mídia na oposição ao presidente Jair Bolsonaro.

Recentemente, Felipe Neto distribuiu cerca de R$ 34 mil entre seus seguidores. Ainda neste ano, ele lançou dois livros: O Mundo Segundo Felipe Neto: Verdades Hilárias da Vida e Felipe Neto: Acredite se Puder.

Mais Notícias
Outros Famosos