Polêmica

Presidente Bolsonaro ironiza prêmio de Chico Buarque e divide web: "Criança"

Governante brasileiro deu indício que pode não assinar diploma do Prêmio Camões

Presidente Bolsonaro ironiza prêmio de Chico Buarque e divide web:
Jair Bolsonaro e Chico Buarque não se simpatizam - Foto: Montagem

Publicado em 09/10/2019 às 12:57:00

Por: Redação NT

A chama da briga entre esquerda e direita recebeu mais um pouco de gasolina do presidente Jair Bolsonaro na última terça-feira (08). Isso porque, ao ser questionado por um jornalista na entrada do Palácio da Alvorada se assinaria o diploma do Prêmio Camões que será entregue ao músico e escritor Chico Buarque, ele ironizou o fato, dividindo opiniões na web.

“É segredo. Chico Buarque?”, iniciou o governante demonstrando bom humor. “Eu tenho prazo? Até 31 de dezembro de 2026, eu assino”, disparou, dando a entender que será reeleito para um novo mandato. Sua primeira gestão no Governo Federal termina em dezembro de 2022.

Chico Buarque venceu o Prêmio Camões, o mais importante título da língua portuguesa, em maio deste ano, ganhando € 100 mil (em torno de R$ 447,3 mil), dividido entre Brasil e Portugal. O governo brasileiro depositou sua parte em junho, contudo, falta Jair Bolsonaro firmar o diploma.

Esse posicionamento dividiu opiniões nas redes sociais, já que os fãs de Chico Buarque apontam “perseguição” e “desrespeito” contra o compositor, enquanto os eleitores do presidente concordam com o posicionamento dele em relação ao episódio.

“É inaceitável que um presidente se comporte como uma criança e não assine um diploma por causa de ideologia”, disse um internauta. “Até quando o Bolsonaro terá esse comportamento pequeno?”, falou outra pessoa. “Presidente está certo. Não tem que assinar nada que não queira. Ainda mais para petista”, escreveu um terceiro. “Nosso presidente não merece assinar documento para defensor de ladrão”, opinou outro usuário.

A divisão não ocorreu apenas nas redes sociais. Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, aliados mais moderados de Bolsonaro apontam que é importante o presidente assinar o documento, pois evita criar um constrangimento com o governo português. Os mais ideológicos, no entanto, avaliam que não assinar o diploma seria um posicionamento contrário ao uso de verba pública para esse tipo de ação, apesar de já ter feito o pagamento.

Confira abaixo a repercussão:

Jair Bolsonaro x Chico Buarque

Jair Bolsonaro não é bem avaliado por Chico Buarque, que já afirmou que o atual governo brasileiro tem feito descaso com a cultura do Brasil.

“Às vezes me digo que é melhor não ter ministro da Cultura neste governo. A cultura já é atacada de toda parte, se tivesse um ministro, a situação seria ainda pior”, disse o cantor em entrevista a uma revista francesa.

Vale ressaltar que o compositor já fez críticas a gestão do Partido dos Trabalhadores, mas defende o ex-presidente Lula, fazendo parte da campanha “Lula Livre”.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!