Reportar erro
Aqui na Band

Ex-mulher de Carlinhos diz que está sendo apedrejada: "Não posso mais andar na rua"

Ao "Aqui na Band", Aline Hauck falou sobre o caso de pensão alimentícia não paga por Carlinhos "Mendigo"

Cena do Aqui na Band com Aline Hauck no telefone
Silvia Poppovic fala com Aline Hauck, ex de Carlinhos "Mendigo" - Reprodução/TV Bandeirantes
Redação NT

Publicado em 17/09/2019 às 10:10:10

Ex-assistente de palco de Gugu Liberato, Aline Hauck está vivendo um caso nada agradável com seu ex, o humorista Carlinhos "Mendigo", que está foragido da Justiça pelo não pagamento de pensão do filho de 8 anos, fruto do relacionamento que tiveram.

Em entrevista ao programa "Aqui na Band" nesta terça-feira (17), Aline contou que Carlinhos não paga pensão há seis anos e a dívida está acumulada em R$ 700 mil. "Desde 2013 que não paga absolutamente nada. Há alguns meses cheguei a implorar e o assessor por conta própria, por dizer que estava com dó, depositou R$ 1 mil", admitiu.

Segundo ela, o processo está se arrastando por conta do ex-"Pânico". "Ele continua vivendo uma vida boa, mas no processo diz que passa fome. Vão analisar com calma, com cuidado. Está se arrastando dentro da lei. E a questão da penhora foi pedida em 2013. A possibilidade de penhora foi pedida em 2018. Depois, então, entramos com a prisão, porque tinha esgotado todas as possibilidades", relatou.

"Sempre tentamos conversar [ela e Carlinhos]. Tenho áudios, textos que comprovam. Não é pra mim. A pensão alimentícia é pra criança. Então, nem sou eu nem ninguém que vai falar: 'quero tanto por mês'. Aquilo é provado e em cima disso que vão definir a pensão. Dizem que a pensão é absurda. Mas espera aí, foi a juíza que decidiu... Eu não tenho poder pra isso", explicou.

Aline salientou que não tem poder para definir o valor da pensão. "A questão não é quanto você quer? Ele tem mais é que provar sobre isso [o valor a ser pago], a partir de documentos. O caso está se arrastando por falta de provas", afirmou.

"Fala, fala, fala e nunca tentou mudar essa situação. Meu filho precisa ter uma condição financeira... Pelo menos o básico. Tenho buscado isso todos esses anos", desabafou.

Ainda na entrevista, a apresentadora Silvia Poppovic perguntou se Aline deixa Carlinhos ver o filho. "Eu não posso exigir que ele pague pra ver. Eu deixo! Pelo contrário, cheguei a implorar ele pra visitar. Coloquei nas minhas redes sociais pra passar o Natal e ele justifica. A questão é que ele está errado e todo ano fala sobre isso. Para dar uma abafada, está me acusando de uma coisa que nunca aconteceu", disse.

Questionada por Silvia se trabalha, Aline respondeu: "Eu tenho dois empregos, trabalho na parte da manhã, na parte da tarde. Tenho uma agência de modelos e tenho a ajuda dos meus pais. Não quero nada além".

E seguiu desabafando: "Estou sendo apedrejada. Não posso mais andar na rua. Quero que essa situação apenas se resolva. Ele não faz [o pagamento] por não querer".

Outro lado

Nessa segunda-feira (16), Carlinhos apresentou sua versão sobre a polêmica.

Pelo Instagram, ele compartilhou uma entrevista que deu para o programa "Primeiro Impacto", do SBT, e desabafou na legenda: "Verdade só tem uma! E aí ?? Minhas verdades, com as provas que alguns veículos que eu também falei não mostraram. Sempre foi desgastante desde o nascimento do meu filho, acompanhem as datas de posts etc".

Depois, agradeceu: "Obrigado por me entenderem e, principalmente pelo carinho e orações! Desculpem meu jeito maluco e rebelde". E colocou trechos da Bíblia falando sobre filho.

Mais Notícias
Outros Famosos