Batalha

Ariana Grande processa empresas e pede indenização de US$ 10 milhões

Cantora acusa instituição de usar sua imagem indevidamente


Ariana Grande
Cantora entrou numa batalha judicial - Foto: Reprodução/Instagram

Ariana Grande entrou com uma ação contra as empresas Forever 21 e Riley Rose, alegando que elas estão usando sua imagem e influência sem autorização para comercializar suas peças. A cantora pede US$ 10 milhões de indenização.

O processo foi feito no começo desta semana, onde a artista diz que a Riley Rose e Forever 21 usaram sua imagem de forma que ela não aprova, além de utilizar seu estilo e música. Ela ainda aponta que a campanha se estendeu pela internet no começo do ano.

De acordo com o documento, houve negociação entre todas as partes, entretanto, não houve um acordo. O texto ainda diz que as empresas não estariam dispostas a desembolsar uma grana que pague “uma famosa do tamanho da senhora Grade”, ou seja, os valores colocados na mesa eram astronômicos.

Ariane Grande tem cerca de 200 milhões nas redes sociais, sendo 65 milhões no Twitter e 163 milhões no Instagram. As empresas decidiram usar a imagem da cantora, porque a maioria dos seus clientes na web é fã dela. Foi uma forma que encontraram para aumentar as vendas.

A Forever 21 e Riley Rose ainda não se posicionaram sobre o fato. O processo deve durar alguns meses. As empresas nasceram na década de 1980 e atualmente estão espalhadas em cerca de 60 países, com mais de 800 lojas.

Mais Notícias
Outros Famosos