Jornalistas e atores

De Sandra Annenberg a Renato Machado: 5 jornalistas que já atuaram na TV

Jornalistas que já se aventuraram como atores e de saíram muito bem

De Sandra Annenberg a Renato Machado: 5 jornalistas que já atuaram na TV
Jornalistas já tiveram carreira como atores - Fotos: Montagem/Reprodução/NaTelinha

Publicado em 31/07/2019 às 07:21:00 ,
atualizado em 31/07/2019 às 09:59:06

Por: Taty Bruzzi

Na última segunda-feira (29), Sandra Annenberg compartilhou em seu perfil do Instagram uma montagem em que aparece ao lado de Ruth de Souza, com quem trabalhou em “Paco de Sangue” (1989), homenageando a atriz recém-falecida. 

Nem todos sabem, mas a âncora do “Jornal Hoje” trabalhou durante muitos anos como atriz, na própria Globo, Manchete e SBT. E ela não foi a única que já esteve dividida entre as duas carreiras.

Destacamos 5 jornalistas que já atuaram.

Confira! 

Marília Gabriela

Conhecida como uma das maiores jornalistas de todos os tempos, Marília Gabriela tem extensa carreira na televisão. A profissional teve a sorte de estrear como estagiária do Jornal Nacional, em 1969, e não parou mais. Em seu currículo há trabalhos memoráveis como o comando do “TV Mulher”, programa que se tornou referência nos anos 80 e teve em seu comando a sexóloga Marta Suplicy, o jornalista Ney Gonçalves Dias, o estilista Clodovil Hernandez e a colunista social Hildegard Angel.

Como jornalista, Marília Gabriela já trabalhou na TV Globo, Bandeirantes, SBT, RedeTV! e GNT. Entretanto, ela ´sempre se dividiu entre as carreiras de jornalista, escritora e atriz. Atuando, sua última novela foi “Senhora do Destino” (2004). Na Globo, participou ainda da novela “Duas Caras” (2007), dos seriados “Sob Nova Direção” e “A Diarista” (2004), da minissérie “Cinquentinha” (2009), além de participação especial como ela mesma em “Chiquititas” (2013), quando apresentava o “De Frente com Gabi” no SBT. O trabalho mais recente como atriz é na série “O Doutrinador”, do canal Space.  

Renato Machado

Correspondente em Londres, o jornalista ficou conhecido do telespectador como âncora do “Bom Dia Brasil” ao lado de Renata Vasconcellos. No entanto, Renato Machado começou sua carreira como ator de teatro. Participando de grupos amadores, atuou na montagem de “A Tempestade”, de William Shakespeare, e em “Os Filhos Terríveis e Antígona”. Em 1965, quando a Rede Globo de Televisão inaugurou, o jornalista estreou como ator coadjuvante nas novelas “Rosinha do Sobrado” e na primeira versão de “A Moreninha”, ao lado de Marília Pera.

Renato chegou a dublar seriados norte-americanos e em 1966 trabalhou no filme “O Mundo Alegre de Helô”. Em 1969, Renato foi Romeu em uma montagem do clássico “Romeu e Julieta”. Já sua entrada no jornalismo foi como estagiário na rádio BBC, de Londres.

Renata Vasconcellos

A atual apresentadora do “Jornal Nacional” ao lado de William Bonner, Renata Vasconcellos começou a carreira como modelo antes de se tornar uma jornalista conhecida. Estagiando em uma agência de publicidade, participou de algumas campanhas, fez comerciais e aparições em novelas para aumentar a renda financeira.

Sua primeira aparição na TV Globo foi em 1995, fazendo uma ponta na novela “A Próxima Vítima”, de Sílvio de Abreu, como uma das modelos fotografadas por Cláudio (Roberto Bataglin) para uma campanha de sapatos, ao lado de Susana Werner e Vanessa Lóes. Naquele mesmo ano, ela participou da abertura da novela “História de Amor”, de Manoel Carlos. 

Sandra Annenberg

Formada em Jornalismo pela Faculdades Integradas Alcântara Machado (FIAM) e em dramaturgia pela Escola de Arte Dramática da USP, a âncora e editora chefe do “Jornal Hoje” e também apresentadora do programa “Como Será? Trabalhou como atriz antes de se tornar uma das jornalistas mais conhecidas da televisão.

Em 1985, Sandra Annenberg entrou para o humorístico “Bronco”, na Rede Bandeirantes. Na mesma emissora, interpretou uma prostituta na minissérie “Chapadão do Bugre” (1988) e chegou a aparecer nua em cena ao lado de Edson Celulari. Naquele mesmo ano, participou do seriado “Tarcísio & Glória”. Na TV Globo, a jornalista atuou ainda na novela “Pacto de Sangue” (1989) e nas minisséries “República” (1989) e “A, E, I, O... Urca” (1990).

Apesar de ter sido parte do elenco de apoio da novela “Mandacaru” (1997), na Rede Manchete, o último trabalho da jornalista na TV como atriz foi em “Cortina de Vidro”, novela escrita por Walcyr Carrasco e exibida no SBT em 1990. Na última segunda-feira (29), Sandra publicou em seu perfil do Instagram uma montagem em que aparece ao lado de Ruth de Souza, que faleceu no domingo (28), em homenagem a atriz com quem contracenou em Pacto de Sangue.
 

Valéria Monteiro

Modelo, bailarina e jornalista, Valéria Monteiro estreou na TV Globo em 1986 como apresentadora do RJTV. Foi a primeira mulher a apresentar o Jornal Nacional em 1992. Antes, ela esteve no Fantástico e no Jornal Hoje. Em 1994, fez sua estreia como atriz na minissérie “Incidente em Antares”.

Naquele mesmo ano, foi capa da Playboy e no ano seguinte comandou o programa GNT Fashion, no GNT. Valéria deu uma pausa na carreira de jornalista para se dedicar à dramaturgia. Neste período, se casou com o diretor Paulo Ubiratan e passou longa temporada nos Estados Unidos, onde trabalhou no Discovery, Bloomberg e NBC. De volta ao Brasil, esteve na primeira temporada do programa “A Casa é Sua”, da RedeTV! (1999). Em 2014, interpretou a âncora de um telejornal na minissérie “Dupla Identidade”, de Glória Perez.

Logo depois, voltou ao Viva no programa “Show da Vida É Fantástico” e fez o filme “Histórias Íntimas”.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!