Reportar erro
Caso Neymar

Polícia encerra caso de estupro de Neymar e não pede indiciamento de jogador

Neymar
Divulgação
Redação NT

Publicado em 29/07/2019 às 23:17:05

A polícia encerrou o caso do suposto estupro que Neymar teria cometido contra a modelo Nájila Trindade e decidiu encerrar o processo movido pela mulher que havia acusado o jogador do PSG.

A denúncia foi feita há cerca de dois meses e rapidamente tornou o caso um dos principais assuntos do Brasil, influenciando até na relação de Neymar com a seleção brasileira que estava em fase de preparação para a Copa América.

A delegada Juliana Lopes Bussacos, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher de Santo Amaro encerrou as investigações da denúncia de Nájila e o não indiciamento de Neymar no caso de estupro.

Este foi um passo importante no caso para garantir que Neymar não se torne réu por estupro. A reportagem conversou com um delegado que explicou que, casos assim, normalmente recebem a recomendação ocorre porque não há indícios suficientes para uma tomada de decisão. O jogador não se manifestou sobre a decisão da delegada.

Vale lembrar, no entanto, que a decisão de delegada não inocenta automaticamente o jogador brasileiro. Cabe agora ao Ministério Público de São Paulo avaliar a decisão policial e escrever uma recomendação para que a Justiça arquive o caso ou se pede o indiciamento de Neymar por estupro.

O caso de Neymar e Nájila tomou conta dos noticiários nos últimos 60 dias e mexeu com a estrutura das emissoras, com direito à Globo ter demitido o repórter Mauro Naves que, supostamente, teria tido participação no caso sem comunicar o canal.

Vale lembrar que todas as emissoras de TV aberta fizeram cobertura do caso e o SBT foi o primeiro a falar com Nájila que concedeu entrevista exclusiva a Roberto Cabrini falando sobre o tema. Enquanto isso, o pai de Neymar esteve no programa “Aqui na Band”, dois dias depois da denúncia ter sido noticiada.

Mais Notícias
Outros Famosos