Atriz defendeu filme

Deborah Secco rebate Bolsonaro sobre “Bruna Surfistinha”: “Fico um pouco chocada”

Deborah Secco rebate Bolsonaro sobre “Bruna Surfistinha”: “Fico um pouco chocada”
Déborah Secco foi protagonista de "Bruna Surfistinha" e criticou falas de Bolsonaro. Foto: Divulgação

Publicado em 19/07/2019 às 19:50:17 ,
atualizado em 19/07/2019 às 23:06:42

Por: Redação NT

A atriz Deborah Secco não deixou passar a declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre o filme “Bruna Surfistinha”, protagonizado por ela e usado pelo mandatário do país como exemplo de como não se investir dinheiro público através da Ancine (Agência Nacional de Cinema).

De férias e em viagem, a atriz falou à Folha de São Paulo sobre o tema. “Fico um pouco chocada com o 'Bruna' ter sido colocado nesse lugar, porque o filme retrata uma história real não só da Raquel, mas de outras milhares de mulheres que se encontram nessa situação. O que a gente queria com o filme era debater e falar sobre como nós, como a população, lida com essa realidade”, garantiu ela lembrando que a arte precisa ser abrangente.

Para Déborah, o filme foi fundamental porque mostrou uma realidade de muitas mulheres e também ajudou a sociedade a debater sobre a prostituição. “A gente não pode pegar um tema que é existe, que é real –é antigo, porém muito atual–, e esconder e fingir que ele não existe", afirma a atriz. "Defendo que a gente possa, cada vez mais falar sobre diversos temas, que a gente traga para luz esses temas, porque não adianta escondê-los”, salientou.

A atriz reafirmou que sente muito orgulho por ter feito o filme que arrecadou mais de R$ 30 milhões, mas que, segundo ela deu prejuízo à sua vida financeira. “A gente queria muito que nenhuma mulher estivesse nessa situação, que nenhuma mulher tivesse que se vender para sobreviver, mas essa não é a realidade do nosso pais, então a gente precisa falar sobre isso, resolver, debater. Uma das funções da arte é essa, fazer com que a gente consiga debater questões que podem ser esquecidas ou são escondidas”, encerrou a atriz que já está escalada para um próximo trabalho na Globo. Ela será a protagonista de “Salve-se quem puder”, novela das sete que estreia em 2020.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!