Reportar erro
Lembra dela?

Após Anitta, Valesca Popozuda também rompe com empresária

Kamilla Fialho teve grande destaque no livro de Anitta escrito por Léo Dias

 Após Anitta, Valesca Popozuda também rompe com empresária

Daniel César

Publicado em 04/07/2019 às 20:08:01

Depois de Anitta foi a vez de Valesca Popozuda anunciar o rompimento com a "K2L Empresariamento Artístico". A empresa pertencente à Kamilla Fialho, empresária que ganhou grande destaque no livro "Furacão Anitta" do jornalista Léo Dias que contou destalhes da briga entre ela e a atual namorada de Pedro Scooby.

Em postagem em suas redes sociais, Valesca confirmou que a empresa de Kamilla não presta mais serviços a ela e não deu detalhes da motivação para o rompimento. A "K2L" cuidou do agenciamento da carreira da funkeira por dois anos, ou seja, desde 2017.

Em seu perfil pessoal no Instagram, Valesca escreveu diretamente sobre o fim da parceria. "Após dois anos de parceria com a K2L Empreendimento Artístico, informo o encerramento do nosso trabalho, juntas. A partir de hoje, 4 de julho, sigo a frente da minha carreira, de forma independente. Agradeço a todo equipe que sempre dedicou tempo e cuidado na gestão do meu trabalho", diz o texto.

No instagram oficial da "K2L" também foi publicada uma nota confirmando o rompimento. "Após dois anos de parceria com a cantora Valesca Popozuda, informamos o encerramento desse ciclo. Agradecemos por todo esse tempo, pelo trabalho construído e, principalmente, pela confiança. A partir de hoje a artista segue de forma independente, estaremos sempre na torcida. Muito sucesso sempre", diz a nota

Kamilla Fialho ganhou projeção do grande público em 2019 com a publicação do livro "Furacão Anitta" pelas mãos de Léo Dias. O jornalista escreveu a biografia não autorizada da funkeira e revelou uma série de bastidores e confusão da vida e carreira da cantora.

E a empresária que cuidou de boa parte da carreira de Anitta ganhou muito espaço. Nos capítulos em que conta a conturbada relação entre a cantora e Kamilla, Léo Dias pintou a empresária como uma espécie de vilã que mais atrapalhou que ajudou propriamente na carreira de sua agenciada com direito até a ficar por anos como detentora dos direitos das composições, como "Show das Poderosas".

O livro narra que Anitta optou por romper a parceria com a "K2L" após sentir que estava sendo empregada e não parceira e que a briga motivou uma intensa batalha judicial que acabou num acordo que garantiu alguns milhões para a conta da empresária.

Mais Notícias