Susto

Arnaldo Saccomani recebe alta duas semanas após passar mal no "Programa do Ratinho"

Produtor musical seguirá fora da atração do SBT por mais um tempo

Arnaldo Saccomani recebe alta duas semanas após passar mal no
Arnaldo Saccomani é um dos jurados do quadro "Dez ou Mil", do "Programa do Ratinho"

Redação NT
i

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 16/06/2019 às 17:09:30

Internado desde o dia 28 de maio, quando passou mal no "Programa do Ratinho", Arnaldo Saccomani, 69 anos, recebeu alta do hospital São Luiz, no bairro do Morumbi, em São Paulo.

Pelas últimas duas semanas, o jurado e produtor musical passou por sessões de hemodiálise, após ter uma crise renal.

Saccomani foi diagnosticado com uremia, que é o excesso de ureia e creatinina no sangue.

Os sintomas da doença vão de náuseas, mal estar, vômito, fraqueza, dor de cabeça até a sonolência súbita, distúrbios na coagulação sanguínea e pode levar até o coma. Por conta disso, Arnaldo chegou a ficar um período na UTI do hospital.

Embora tenha recebido alta nos últimos dias, o jurado ainda não voltará ao "Programa do Ratinho", seguindo com seus cuidados médicos.

Durante a ausência, Thomas Roth vem ocupando seu lugar no quadro "Dez ou Mil".

Os dois são amigos do mundo da música e fizeram parte do reality show "Ídolos", no SBT, em 2006 e 2007.

Arnaldo Saccomani é produtor musical desde os anos 60, tendo trabalho com nomes como Tim Maia, Rita Lee, Ronnie Von e Fábio Júnior, entre outros. Nos últimos anos, também cuidou da trilha sonora das novelas da emissora da Anhanguera.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!