Risco

Johnny Depp quase morreu depois de ser agredido por Amber Heard

Astro teve dedo decepado pela ex-mulher e pegou forte infecção

Johnny Depp quase morreu depois de ser agredido por Amber Heard
Johnny Depp correu risco de vida depois de ter dedo decepado pela ex - Divulgação

Redação NT
i

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 28/05/2019 às 18:05:21

O processo que Johnny Depp move contra a ex-mulher, Amber Heard, por difamação conta com documento extenso, um total de 339 páginas, disponibilizado pela assessoria jurídica do ator.  As informações são do site Metro e da revista People. 

O astro da franquia “Animais Fantásticos" pede indenização no valor de US$ 50 milhões. Em 2016, a atriz de “Aquaman” entrou com pedido de divórcio alegando que o então marido a agrediu.

Depp sempre negou as alegações, mas apesar de um acordo entre ambas as partes ter sido assinado, Heard continuou a fazer campanhas contra a imagem do ex o que acabou provocando perda de trabalhos. 

Agora, o jogo virou e o guitarrista da banda The Hollywood Vampires decidiu abrir o caso. Na verdade, era ele quem sofria abusos físicos e psicológicos por parte da atriz. A fim de limpar seu nome, os advogados do ator reuniram um verdadeiro arsenal. 

Além de provas documentais, o material conta com depoimentos de novas testemunhas, fotos, imagens de câmeras de vídeo de segurança e áudios. Na lista de testemunhas em defesa de Depp estão mulheres que também foram vítimas de abusos por parte da atriz. 

Uma delas é Samantha McMillen, estilista de celebridades que já trabalhou para Amber Heard. Em dezembro de 2015, a atriz disse ter sido agredida por Depp, tendo ficado com os dois olhos roxos. No entanto, a consultora de moda esteve com ela e não viu nenhum hematoma no rosto, cortes ou machucados no corpo da famosa. 

Em seu depoimento, Johnny relata todas as agressões que sofreu durante o tempo em que estiveram casados. Ele explica que depois da atriz passou a misturar anfetaminas e medicamentos sem receita médica com álcool se tornou agressiva. 

“A sra. Heard cometeu inúmeros atos de violência doméstica contra mim, frequentemente na presença de testemunhas de terceiros que, em alguns casos, me causaram lesões corporais graves. Muitas destas agressões contra mim ela até admitiu sob juramento", diz. 

“Ela bateu, socou e me chutou. Ela também repetidamente e frequentemente jogou objetos no meu corpo e cabeça, incluindo garrafas pesadas, latas de refrigerante, velas acesas, controles remotos de televisão e latas de thinner que me feriram gravemente”, alega.

Segundo o ator, durante depoimento no processo de divórcio, Amber foi obrigada a admitir muitos desses atos diante das provas que ele apresentou. Ele também explica que teve momentos em que ela contradisse suas próprias admissões juramentadas e perjurou contra si própria. 

Em um dos momentos mais dramáticos, Depp conta quando Amber jogou uma garrafa de vodca e cortou parte do seu dedo. Ele precisou se submeter a procedimentos cirúrgicos para reconstrução e pegou uma infecção que quase o matou. 

“Eu tive que fazer três cirurgias para reconstruir meu dedo e contrai MRSA três vezes”, relembrou. “Eu temia perder meu dedo, meu braço e minha vida”, lamentou. Conhecida como Staphylococcus Aureus Resistente à Meticilina, quando a bactéria entra na corrente sanguínea pode causar septicemia e osteomielite, que é a infecção da medula óssea.

O incidente aconteceu em 2015, quando o ator estava filmando “Piratas do Caribe 5”, na Austrália. Na ocasião, Johnny trabalhava sob forte medicação para suportar as dores e aguentar a rotina de gravação.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!