Reportar
erro
Sincerona

Bruna Marquezine explica "unfollow" em Marina Ruy Barbosa: tentamos ser amigas e não deu certo

Atitude deu o que falar na época em que Marina foi acusada de ser pivô da separação de Débora Nascimento e José Loreto


bruna-marquezine-marina-ruy-barbosa_af83c1c1504de6594c6bfaa8bfb1a6bd62791876.jpeg
Por Fabrício Falcheti

Publicado em 13/03/2019 às 15:44:14

Numa série de tweets publicados nesta quarta-feira (13), pela primeira vez, Bruna Marquezine explicou porque deixou de seguir Marina Ruy Barbosa em plena polêmica sobre a separação de José Loreto e Débora Nascimento.

A atriz que teve como última novela "Deus Salve o Rei" disse que deixou de seguir a ruiva pelo simples fato de não ter identificação com ela, embora tenham tentado - mas não deu certo.

"Entendo que algumas pessoas podem ter feito uma leitura equivocada e um tanto cruel de um simples unfollow, inclusive a própria Marina, por isso me desculpei com ela caso ela tenha entendido como um ataque ou julgamento", começou.

Foi aí que ela revelou: "É bem chato ter que explicar isso pra pessoas que não conheço e que certamente não se importam verdadeiramente e só querem causar e apontar dedos, mas eu e Marina não somos amigas por falta de identificação, tentamos e não deu certo e TUDO BEM. Vocês não sabem de muita coisa".

Ativa no Twitter, Bruna Marquezine ainda foi bem incisiva sobre o que significa "unfollow" para ela: "E por último: VOCÊS que colocaram todo esse peso num unfollow, não eu. Já disse que não considero follow amizade, assim como não considero like afeto, assim como não considero unfollow 'eu te odeio', ou falta de sororidade ou julgamento ou 'boicote' como vocês interpretaram.

"O meu unfollow não deveria ter tanta importância. Foi genuíno, baseado nas minhas percepções, nas minhas próprias experiências, no que eu sinto. Ponto. Não foi pautado em fofocas. Aconteceria mais cedo ou mais tarde. E TUDO BEM TAMBÉM. Unfollow não é ofensa!", concluiu.

Polêmica

O "unfollow" de Bruna Marquezine em Marina Ruy Barbosa aconteceu em meados de fevereiro, no mesmo momento em que Débora Nascimento e José Loreto se separaram por suposta traição. A ruiva acabou sendo apontada como possível pivô do término. Foi quando algumas artistas deixaram de segui-la.

Além de Bruna, também tomaram a atitude nomes como Giovanna Ewbank e Thaila Ayala. O caso deu o que falar.

Depois, José Loreto confessou que errou com a então esposa, mas não citou nomes.

Já Marina sofreu nos bastidores da novela "O Sétimo Guardião" e se pronunciou pelo Twitter: "Eu amo meu marido e sou muito feliz no casamento e nunca teria, nem nuca tive, nada além de uma parceria profissional e amizade no trabalho consequência dessa novela.  Completamente infundado tudo isso".

No último domingo (10), Débora Nascimento rompeu o silêncio e também falou sobre a separação: "Nenhuma mulher merece se sentir oprimida. Diante de tantos ataques e injúrias oportunistas que venho sofrendo, meu silêncio agora me oprime, mas a verdade há de me libertar".

Reflexão

Na noite de ontem (12), Marquezine ainda fez uma longa reflexão e criticou quem fala mal das pessoas que não conhece e fofocas.

"Nunca vou conseguir entender quem fala mal de quem não conhece, que não gosta de quem não convive e nem nunca conviveu de fato. Nunca vou conseguir entender quem ironiza, faz piada e se alegra com a fragilidade e a dor do outro", disse.

"Nunca vou entender como pessoas que fazem tantas fofocas, que inventam tantas mentiras, fazem tantas críticas destrutivas e irresponsáveis ao próximo e vibram tanta negatividade conseguem viver felizes e dormir bem", falou em outro momento.

No fim, a atriz disse que está vivendo "um momento necessário e importantíssimo de recolhimento e reflexão".

Mais Notícias
Outros Famosos