Rio de Janeiro

Ludmilla se diz "profundamente triste" após bloco de Carnaval terminar em briga generalizada

"Fervo da Lud" teve fim antecipado após confusão e ação da polícia

Reprodução/Globo News

Publicado em 05/03/2019 às 15:08:27 ,
atualizado em 05/03/2019 às 15:29:17

Por: Naian Lucas com Fabrício Falcheti

O Bloco “Fervo da Lud”, da cantora Ludmilla, terminou em confusão e confronto entre foliões e a Polícia Militar, que fazia a segurança do evento. O fato aconteceu no início da tarde desta terça-feira (05) no Rio de Janeiro.

Segundo pessoas presentes, uma briga localizada entre participantes acabou se tornando generalizada e foi responsável pela interrupção da festa.

De acordo com a organização do evento, o bloco reunia cerca de 1,5 milhão de pessoas na hora da confusão, o que transformou tudo em uma situação ainda mais delicada para a Polícia lidar.

Oficiais presentes tiveram de usar bombas de efeito moral, gás de pimenta, gás lacrimogênio e também cassetetes contra os foliões na tentativa de apaziguar a confusão generalizada que se instalava no local.

Lud fala

Ludmilla se manifestou sobre o ocorrido pelo Instagram.

Em post com um fundo branco, ela se disse profundamente triste "por ter presenciado tamanha agressividade ao próximo", mas acredita que a opção de encerrar o bloco foi a melhor possível. "Minha prioridade sempre será o bem-estar de todos", escreveu.

Saldo

Até o momento, o Corpo de Bombeiros informou que foram realizados 130 atendimentos durante todo o bloco. Não há informações exatas sobre o número de feridos por conta da confusão. Ao menos uma criança de 3 anos de idade foi levada desacordada para atendimento após ter inalado gás lacrimogênio.

A Polícia Militar também não informou os dados da ação que parou com a festa na tentativa de interromper a confusão. Ao menos uma pessoa foi detida, mas não há mais detalhes sobre o caso.

A polícia montou um cordão de isolamento na tentativa de evitar que os foliões continuassem o confronto. Ainda havia muita tensão até cerca de 13h30. O bloco foi declarado encerrado por ordem da PM, mesmo assim as pessoas se dispersavam lentamente, o que dificultava o trabalho dos policiais.

Esta foi a segunda edição do “Fervo da Lud”. Em 2018, o bloco já havia reunido milhares de foliões. A expectativa da organização é de que esse pode ser o maior bloco do Carnaval 2019 no Rio de Janeiro.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!