Cantora

Cher usa as redes sociais para atacar Donald Trump

 Cher usa as redes sociais para atacar Donald Trump
Divulgação

Taty Bruzzi

Publicado em 24/01/2019 às 12:51:17

Em repúdio a decisão de Donald Trump de banir oficiais trans do exército norte-americano, Cher atacou o presidente pelas redes sociais.

continua depois da publicidade

"Ele está acabando com a América", disse a cantora em sua conta no Twitter. A revolta da artista se deu depois de confirmada a decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos de proibir pessoas trans de servirem ao exército.

Em um dos tuites, Cher ironizou Trump e saiu em apoio ao filho trans, o ator, músico, empresário e ativista Chaz Bono. "Ninguém está realmente seguro na América de Trump caso não viva nas propriedades dele, na Trump Tower, na Casa Branca ou use o boné 'Faça a América Grande Outra Vez'", escreveu.

continua depois da publicidade

"O meu maravilhoso filho trans é carinho, inteligente, forte, amável, talentoso e um americano patriota", completou.

Em outro post, a cantora de 72 anos acusou o Presidente de estar destruindo a América ao impedir que pessoas trans sirvam ao país. "Isso é cruel, mesquinho, repulsivo e estúpido!! Na verdade estou tão furiosa que quase não consigo falar!! Esses homens e essas mulheres corajosos merecer servir ao país que amam!!", ressaltou a estrela.

continua depois da publicidade

Desde que Donald Trump anunciou sua candidatura à Presidência, em Junho de 2015, que Cher demonstra sua total oposição ao empresário e político.

Na época, ela postou em sua conta no Twitter a seguinte mensagem: "O maior castigo para Donald Trump é ser Donald Trump".

TAGS: