Reportar erro
Atriz

Luiza Brunet sofre ameaça de morte de seguidora

Medidas cabíveis já foram tomadas

luiza-brunet-atriz_8f5e6cfbd7c454e4d6141195d5d9368943b3eea8.jpeg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 07/01/2019 às 16:52:06

Luiza Brunet esteve presente na posse do presidente Jair Bolsonaro, que aconteceu na última terça-feira (1). Em entrevista ao jornal O Globo, a atriz se manteve longe dos holofotes: "É necessário abrir diálogo com o poder público para reduzir os índices de violência contra mulher no Brasil".

Brunet teve quatro costelas quebradas pelo ex-marido, Lírio Parisotto, ela afirmou que sofre uma perseguição no Instagram com ameaça de morte. A modelo perdeu na justiça uma ação que pedia R$ 100 milhões, referente a metade dos bens ganhos por Parisotto no período em que ambos viveram juntos, e vai recorrer.

Na entrevista, Luiza foi questionada pela reportagem se fica chateada quando as pessoas a chamam de interesseira por Lírio ter uma fortuna estimada em US$ 1,6 bilhões: "Fui chamada de vagabunda, piranha, trambiqueira. E, principalmente, pelas mulheres. Depois de quatro costelas quebradas, um olho estourado e o psicológico destruído, fui agredida por elas. Movi ação contra duas que pesaram mais pesado e estou sendo ameaçada de morte."

Luiza contou que a ameaça aconteceu quando ela estava na Suíça e que já tomou as medidas cabíveis.

Luiza Brunet sofre ameaça de morte de seguidora
Reprodução/ Luiza Brunet/ O Globo

Ainda na entrevista, Luiza Brunet falou sobre o bate boca que teve com uma seguidora que precisou pedir desculpas. "Perdi a cabeça porque ela falou com muita propriedade sobre a primeira instância da união estável que eu tinha perdido. Perguntei se era a empregada que trabalhava lá em casa para saber de tantas coisas. Mas não a chamei de negra nem fui racista (como sugeriram). Só perguntei se era empregada. Fui doméstica durante anos e tenho o maior orgulho."

A modelo e o empresário estão separados desde 2016, quando ela alegou ter sido espancada.Em maio do ano passado, Lírio foi condenado a um ano de prestação de serviço à comunidade, além de ficar sob vigilância pelo prazo de dois anos, de acordo com decisão da juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti, titular da Vara Central de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos