Barraco

Alexandre Frota se defende após ser detonado pelo filho: "geração revoltadinha"

Alexandre Frota foi eleito deputado federal neste domingo (7)

Alexandre Frota e Mayã Frota
Reprodução

Publicado em 08/10/2018 às 18:20:23

Por: Diego Falcão

Alexandre Frota rebateu as críticas que recebeu do filho Mayã Frota, após ser eleito deputado federal pelo PSL neste domingo (7).

"Eu sou filho de um ex-ator pornô, ex-viciado em cocaína, que defende a família mas queria me abortar", escreveu no Twitter.

O rapaz tem 18 anos e é fruto do breve relacionamento de Frota com a personal trainer Samantha Lima Gondim. Ambos se conheceram em 1998 e em 2011 Frota afirmou que o filho era fruto de uma "transa" e não de "um amor".

Alexandre respondeu o ataque através do Facebook.

Sem papas na língua, bradou: "Não é fake. o Mayã resolveu me atacar com esse post, achando que vou ficar perturbado. Com 18 anos na cara prestes a fazer 19, faz parte dessa geração revoltadinha. Mayã Frota, vou te responder aqui, você realmente é o meu filho tanto que te registrei assim que nasceu e não pedi exame de DNA, mas você é filho de um ex-ator da Globo, pois quando nasceu eu era um dos galãs da época na TV Globo eu estava em ‘Malhação’”.

Frota continuou: "Não se preocupe em ser filho de um ex ator pornô eu era da Globo, o pornô veio depois, apesar de a Globo ser a putaria total. O PORNÔ veio quando você tinha 4 anos de idade, e com o dinheiro do pornô, não sei se sabe, você também foi beneficiado e comeu, bebeu e se vestiu com esse dinheiro do pornô".

Também falou sobre ser ex-viciado em cocaína: "Quanto a ser ex-dependente químico viciado em cocaína, fui sim, nunca escondi de ninguém e jamais esquecerei, foi uma fase difícil da minha vida, triste, mas superei e me recuperei".

O deputado federal disse ainda que sempre foi contra o aborto e estranhou a reclamação somente agora, após eleito: "Sei que é difícil para você entender, mas precisamos deixar claro a verdade. E é na loucura que cometemos loucuras. Detalhe: sempre fui contra o aborto como sou até hoje, e nunca quis abortar você, não sei o que Samantha te falou. O estranho é só agora você questionar isso, depois da minha vitória. Você teve 18 anos para me perguntar e só agora aparece".



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!