Reportar erro
Luto

Mr. Catra é enterrado ao som de funk no Rio

Funkeiro faleceu no último domingo (9) em decorrência de um câncer no estômago

mr-catra2_712b8edc63cbc62dda43fcd9453998fb38af1e4a.jpeg
Divulgação
Fabrício Falcheti

Publicado em 11/09/2018 às 11:34:16

Mr. Catra foi enterrado na manhã desta terça-feira (11) no Cemitério Jardim da Saudade-Sulacap, na zona Oeste do Rio, ao som de funk.

O funkeiro morreu no último domingo (9), aos 49 anos, após complicações em decorrência de um câncer no estômago. Foi velado em São Paulo e chegou ao Rio na noite desta segunda (10).

Centenas de pessoas acompanharam o sepultamento, entre familiares, amigos e artistas. Juntos, eles cantaram sucessos de Catra, como "Vida Na Cadeia", "O Simpático" e "Adultério".

"Eu sempre via nele uma pessoa importante pro funk pela inteligência que ele tinha e personalidade ímpar. Acho lamentável a morte do Catra. Ele tinha muito a contribuir pro funk ainda, com o discurso que ele tinha. Ele era generoso e amoroso. Autêntico e verdadeiro", disse o DJ Marlboro.

Também estiverem presentes nomes como Buchecha, Romulo Costa, Jojo Todynho, Zeca Pagodinho e Kondzilla. A funkeira foi uma das mais emocionadas durante as homenagens.

Catra deixa 32 filhos e três mulheres. O funkeiro lutava contra o câncer desde o ano passado e segundo o hospital, morreu por falência múltipla de órgãos devido ao câncer gástrico.

Formado em Direito e falando cinco idiomas, Mr. Catra fez sucesso nos anos 80 com a banda de rock O Beco. Seu primeiro sucesso no funk foi "O Bonde dos Justos", em 1994. Nos anos 2000, lançou hits de sucesso como "Cachorro" e "Adultério" e fez participações em músicas do grupo Exaltasamba e Valesca Popozuda.

Mais Notícias
Outros Famosos