Lista NT

12 famosas que sofreram de depressão pós-parto

Fotos: Divulgação

Publicado em 09/08/2018 às 07:00:46

Por: Taty Bruzzi

A gestação naturalmente é um período de muitas alegrias na vida de um casal, assim como a chegada do filho. No entanto, existem mulheres que logo após o nascimento do bebê apresentam problemas emocionais.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, estima-se que 15% das mulheres que dão à luz podem ter depressão pós-parto. O mal atinge qualquer uma de nós, independente da idade, e sem motivo aparente.

A questão ainda é tratada como tabu em muitos países. Felizmente, grande parte dessas mães conseguem passar por cima dos sintomas e pedir ajuda profissional, o que é extremamente necessário para a saúde.

Considerada grave, a doença tende a se manifestar de diversas formas, apresentar inúmeros sintomas. Se não for tratada adequadamente, ela pode representar um perigo tanto para a mãe quanto para a criança.

Como já foi dito, não existe um grupo mais propício a ter depressão pós-parto. Destacamos 12 famosas que tiveram o problema em alguma fase da vida, mas conseguiram superar esta fase.

Confira:

Adele

A cantora foi mãe em setembro de 2012, aos 24 anos. Durante sua gestação, passou a maior parte do tempo reclusa dentro de casa. Além disso, deixou de praticar exercícios, se dedicando totalmente ao bebê. Na época, o jornal Daily Mail chegou a dizer que a estrela fez de tudo para manter a gravidez em segredo. Depois do nascimento da criança, Adele sofreu depressão pós-parto. Em entrevista à revista Vanity Fair, a cantora confessou que logo após dar à luz ficou obcecada pela criança e achou que nada mais na vida fazia sentido.

Alanis Morissette

Em 2010, a cantora teve seu primeiro filho, Ever Imre Morrissete. Alanis conta que após o nascimento da criança ela percebeu que as emoções sentidas durante a gravidez não só permaneceram como, também, tornaram-se mais intensas. A cantora foi tomada por uma tristeza profunda, o que não é comum com alguém que acaba de ser mãe.

Angelina Jolie

Mãe de seis filhos, sendo três adotados, a atriz se separou de Brad Pitt em 2016, com quem luta na Justiça pela guarda das crianças até hoje. Shiloh Nouvel, primeira filha biológica do casal, nasceu em 2006. Dois anos depois, Jolie deu à luz ao casal de gêmeos Knox Léon e Vivienne Marcheline. Na época, ela não chegou a falar publicamente sobre o caso, mas parentes e amigos próximos notaram mudanças em seu comportamento. Além de estar sempre exausta, Angelina sofria com mudanças bruscas de humor.

Britney Spears

A cantora começou a carreira bem cedo, tornando-se ídolo teen e símbolo sexual. Depois de um casamento relâmpago, que durou apenas 55 horas, com um amigo de infância, Britney Spears oficializou sua união com o dançarino Kevin Federline em outubro de 2004. O primeiro filho do casal nasceu em setembro de 2005 e o segundo um ano depois. Segundo a revista People, a cantora sofreu de depressão pós-parto no nascimento dos dois filhos.

Brooke Shields

Famosa na década de 80, Brookie Shields até hoje é lembrada por seu trabalho em “A Lagoa Azul” (1980), filme que alavancou sua carreira quando ela tinha apenas 15 anos. Muitos fatores contribuíram para que a atriz não tivesse uma vida fácil, a começar pela fama precoce, envolvendo suspeita de pornografia infantil, além do namoro com o saudoso Michael Jackson, em 1984. Casada desde 2001 com o roteirista de TV Chris Henchy, com quem teve duas filhas (Rowan Francis e Grier Hammond), a atriz confessa que logo após o nascimento de uma delas sofreu com depressão pós-parto, chegando a pensar em suicídio.

Celine Dion

Aos 50 anos, a cantora é uma das estrelas mais queridas dos últimos tempos. A canadense casou-se com René Angélil em 1994 e o matrimônio durou até 2016. Mãe de três filhos, Celine Dion chegou a sofrer de depressão pós-parto, quadro atribuído ao estresse e às emoções. Certa vez, a cantora afirmou durante entrevista que a maternidade é uma alegria intensa e exaustiva.

Courteney Cox

Conhecida por seu trabalho na série de sucesso “Friends” (1994-2004), Courtney Cox foi casada por 11 anos com o também ator David Arquette. A única filha do casal, Coco Arquette, nasceu em junho de 2004. Seis meses depois da chegada da menina, a atriz sofreu de depressão pós-parto. Quando finalmente conseguiu falar a respeito, Courtney revelou que não conseguia dormir e, ainda, teve pensamentos suicidas. Segundo a atriz, graças ao tratamento ela entendeu que os sintomas eram decorrentes dos hormônios.

Drew Barrymore

Mãe de duas filhas (Olive Barrymore Kopelman e Frankie Barrymore Kopelman), a atriz que se tornou famosa ainda criança, quando trabalhou no clássico de Steven Spielberg “E.T. - O Extraterrestre” (1982), revelou ter tido depressão pós-parto no nascimento da sua segunda filha. Segundo a estrela da série “Santa Clarita Diet” (Netflix), ela teve dificuldades para compreender o que estava acontecendo. Drew Barrymore conta que sentia uma sensação diferente e esmagadora.

Gwyneth Paltrow

De 2003 a 2016, a atriz foi casada com Chris Martin, vocalista da banda Coldplay, com quem teve dois filhos, Apple Blythe Alison Martin (2004) e Moses Bruce Paltrow Martin (2006). Gwyneth Paltron conta que passou a sofrer de depressão logo após o nascimento do seu primogênito. De acordo com a estrela, ela se sentia igual a um zumbi, completamente sem emoções.

Halle Berry

A ex-bond girl teve sua primeira filha em 2008, fruto do seu relacionamento com Gabriel Aubry. Logo após a chegada da criança, a atriz enfrentou um processo de divórcio e não aguentou a pressão. Tudo contribuiu para um forte caso de depressão pós-parto. A bela só superou esta fase com ajuda profissional.

Jennifer Lopez

Mãe do casal de gêmeos Emme Maribel Muñiz e Maximilian David Muñiz, a cantora e atriz conta que sofreu muito depois que as crianças nasceram. De acordo com Jennifer Lopez, uma semana após o parto ela se sentia deprimida e triste. Paranoica, a bela chegou a pensar que os filhos não a amavam.

Princesa Diana

Casada com o príncipe Charles, com quem teve dois filhos (Harry e William), Lady Di não teve uma vida harmônica. Conhecida como a Princesa de Gales, morreu em agosto de 1997, durante sua passagem por Paris, vítima da perseguição de um paparazzo. Na ocasião, ela já estava separada do ex-marido. De acordo com sua biografia, Diana sofria de bulimia e depressão. Além disso, teve depressão pós-parto logo depois da primeira gestação. Na ocasião, Lady Di chegou a tentar suicídio se jogando de uma escada.



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!