Garanhuns

Em show, Daniela Mercury beija a esposa e defende atriz transexual que teve peça cancelada


danielamercury-maluvercosa_63292fadffed64329ea49fb525f6636d277744c2.jpeg
Daniela Mercury beijou a esposa Malu Verçosa no palco

Daniela Mercury fez um discurso indignado durante show na 28ª edição do "Festival de Inverno de Garanhuns", na noite deste sábado (21), no interior de Pernambuco.

A cantora criticou a censura, o preconceito e a transfobia, citando o polêmico cancelamento da peça "O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu", estrelado pela atriz transexual Renata Carvalho em Garanhuns.

Logo que subiu ao palco, Daniela dedicou sua apresentação à artista. E enquanto cantava "Nobre Vagabundo", surgiram no telão fotos da baiana com a mulher, Malu Verçosa.

"Não me venha agora com ignorância de conceituar o que é arte e o que não é arte. Censurar uma peça de teatro por convicções religiosas é um absurdo e isso não pode ser permitido. Nossa Constituição não permite isso. A nossa Constituição não é a Bíblia", bradou.

"Eu senti vergonha pelos políticos que fazem isso com as pessoas. Antes de qualquer é desumanidade, maldade, ruindade. Desculpem meu amor pelas pessoas, não aceito ninguém maltratando niguém. Ela é Jesus Cristo, sim. Jesus Cristo, eu estou aqui, sou gay, sou lésbica. E daí?", completou Daniela, que na sequência entoou "Tempo Perdido", de Renato Russo.

Ainda no show, Daniela Mercury chamou o ator Armando Babaioff, no ar em "Segundo Sol", que gritou: "Daniela, você é necessária. Censura nunca mais".

Encerrando a apresentação, a cantora beijou a esposa ao som do 'hino' "O Canto da Cidade".

Confira o vídeo:

Mais Notícias
Outros Famosos