Garanhuns

Em show, Daniela Mercury beija a esposa e defende atriz transexual que teve peça cancelada

Daniela Mercury beijou a esposa Malu Verçosa no palco

Publicado em 22/07/2018 às 17:49:04 ,
atualizado em 22/07/2018 às 18:12:58

Por: Fabrício Falcheti

Daniela Mercury fez um discurso indignado durante show na 28ª edição do "Festival de Inverno de Garanhuns", na noite deste sábado (21), no interior de Pernambuco.

A cantora criticou a censura, o preconceito e a transfobia, citando o polêmico cancelamento da peça "O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu", estrelado pela atriz transexual Renata Carvalho em Garanhuns.

Logo que subiu ao palco, Daniela dedicou sua apresentação à artista. E enquanto cantava "Nobre Vagabundo", surgiram no telão fotos da baiana com a mulher, Malu Verçosa.

"Não me venha agora com ignorância de conceituar o que é arte e o que não é arte. Censurar uma peça de teatro por convicções religiosas é um absurdo e isso não pode ser permitido. Nossa Constituição não permite isso. A nossa Constituição não é a Bíblia", bradou.

"Eu senti vergonha pelos políticos que fazem isso com as pessoas. Antes de qualquer é desumanidade, maldade, ruindade. Desculpem meu amor pelas pessoas, não aceito ninguém maltratando niguém. Ela é Jesus Cristo, sim. Jesus Cristo, eu estou aqui, sou gay, sou lésbica. E daí?", completou Daniela, que na sequência entoou "Tempo Perdido", de Renato Russo.

Ainda no show, Daniela Mercury chamou o ator Armando Babaioff, no ar em "Segundo Sol", que gritou: "Daniela, você é necessária. Censura nunca mais".

Encerrando a apresentação, a cantora beijou a esposa ao som do 'hino' "O Canto da Cidade".

Confira o vídeo:



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!