Reportar erro
Jovem Pan

Bell Marques fala sobre polêmica entre Elba Ramalho e Marília Mendonça

Presença de cantores sertanejos em festas juninas no Nordeste gerou debate

morningshow-bellmarques-14062017_2244b843ef0957485e4c4a0622beadaf0b9bc136.jpeg
Divulgação/Jovem Pan
Redação NT

Publicado em 14/06/2017 às 18:30:07

No programa "Morning Show" desta quarta-feira (14), na rádio Jovem Pan, Bell Marques falou da polêmica entre Elba Ramalho e Marília Mendonça, sobre a presença de cantores sertanejos em festas juninas no Nordeste.

O baiano afirmou que no Carnaval de Salvador todos são bem-vindos e que os “axézeiros” mostram que mandam por lá em cima do trio elétrico. “Eu sou forrozeiro alternativo, hein? No Carnaval de Salvador todos são bem-vindos. Os baianos são imbatíveis lá. Quando chegam gringos, mostramos que somos melhores”, disse.

Ramalho havia reclamado que o forró era a essência do São João e que o sertanejo estava descaracterizando a festa. Para Bell Marques, a música combina com qualquer coisa.

“Eu acho que música combina com qualquer coisa. Sigo a teoria de Rita Lee que é proibido proibir. Elba é uma figura maravilhosa e inclusive como digo ser um forrozeiro alternativo, tenho três discos de forró gravados. Um dos meus grandes ídolos é Luiz Gonzaga. O sertanejo tem uma gama de sucessos bacana, acho que cabe tranquilamente”, complementou.

Mesmo longe do Chiclete com Banana para seguir sua carreira solo, Bell garantiu que não deixou de acompanhar o grupo que criou na década de 1980. O baiano ressaltou que sempre será “chicleteiro”.

“Serei chicleteiro a vida inteira. Foi uma marca e uma banda criada por mim em 1983. Eternizei várias músicas e canções. Serei a vida inteira um chicleteiro. Estará impregnada em mim para sempre. Falo com todo mundo. Não saí brigado com ninguém”, disse.

O cantor estará no Espaço das Américas nesta quarta-feira (14) para cantar os sucessos da sua carreira em um formato diferente. Ele explicou que fará um medley de quase 90 músicas, durante três horas de apresentação
.
“É um show vencedor e que nasceu na boca do povo. Levantavam placas pedindo as mais antigas. Canto quase 90 canções em medleys e beira três horas quase. São muitos sucessos em que cada participante tem sua preferida”, concluiu.

Mais Notícias
Outros Famosos