Reportar erro
Parquinho leve

Em reta final, BBB20 é salvo por dinâmicas e aceleração de paredões

BBB20 entra nas últimas emoções: reality termina dia 23

Prior e Pyong no BBB20
Prior e Pyong roubaram a cena no BBB20 - Reprodução
Thiago Forato

Publicado em 11/04/2020 às 09:25:00

A eliminação de Felipe Prior no último dia 31 só não foi pior para o BBB20 porque foi na décima semana que o reality show turbinou as formações de paredões e eliminações.

Dentro da casa, o sentimento é de monotonia. Thelma e Gabi (antes de sua eliminação) já falaram que o clima é de tranquilidade, um péssimo adjetivo para quem é Entretenimento Futebol Clube.

Quem acompanha o pay-per-view sabe do que estamos falando. Nada acontece. No Globoplay, basta acessar "as últimas" para constatar que o conteúdo está numa escassez assustadora. Afinal, ainda restam oito participantes, mas nenhum capaz de gerar conteúdo como Prior.

Pela manhã, os brothers fazem o Raio-X e se calam. Babu fuma na área externa, a Líder observa os cubinhos e fotos, enquanto as outras sisters se espalham entre os quartos e cantos da casa, geralmente sozinhas.

À tarde isso não muda muito. Conversas pouco produtivas e nenhum entretenimento. Ninguém parece afim de se indispor ou tramar. As narrativas parecem ter se perdido de um modo geral.

As festas também perderam significado e pouco vemos de diferente. Em um cansaço psicológico, ninguém mais tem energia para causar. Todos parecem aguardar o dia 23 e até lá, ir levando para ver no que vai dar.

O BBB20 foi salvo em sua reta final pela aceleração dos acontecimentos e para ver fora da casa quem já deveria ter saído há tempos. É inadmissível personagens como Ivy e Gizelly continuarem em detrimento a Prior ou Pyong, os grandes protagonistas da temporada.

Embora o Big Brother tenha chegado a sua vigésima edição, o público insiste em tirar do confinamento grandes personagens precocemente. O preço que se paga está aí.

Ressalto aqui que não se deve fechar os olhos em relação as acusações sofridas por Prior. Falo apenas no que tange ao aspecto do entretenimento. E como fã do gênero reality fun for fun, acreditar que o público deveria dar prioridade na eliminação de outras pessoas, visando isso.

Apesar da monotonia, em tempos de quarentena e sem muitas opções para se divertir, até que serve.


Thiago Forato é jornalista e escreve diariamente para o NaTelinha. Assina a coluna Enfoque NT desde 2011 e agora dá pitacos sobre o BBB20. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto

Mais Notícias