Reportar erro
Polêmica

Globo ignora acusação de assédio no BBB20 e causa revolta na web

Petrix segurou e chacoalhou os seios de Bianca Andrade, mas segue no jogo

Petrix chacoalhou seios de Boca Rosa no BBB20
Público pede expulsão de Petrix do BBB20 - Globo/Reprodução
Redação NT

Publicado em 26/01/2020 às 16:00:00

A Globo ignorou a acusação de assédio envolvendo o ginasta Petrix Barbosa, que integra a atual edição do BBB20. Na noite de sexta-feira (24), ele segurou e chacoalhou os seios de Bianca Andrade, a Boca Rosa, durante uma festa, enquanto a influenciadora digital estava visivelmente bêbada. O episódio causou revolta em parte do público, que pediu a expulsão do atleta.

Na edição de sábado do BBB20, a emissora exibiu o trecho sem cortes. Petrix puxa Bianca para dançar quando a moça se mostrava chorosa, muito abalada após a briga com Rafa Kalliman. Nesse momento, o rapaz parece tentar consolar a jovem, a abraça fortemente e comete o ato que causou revolta nas redes sociais.

A cena sequer foi comentada pelo apresentador Tiago Leifert, indo ao ar como algo corriqueiro. O posicionamento por parte da direção do programa dividiu opiniões na web. Há quem defenda que Petrix não tocou os seios de Bianca com más intenções. Por outro lado, há uma parcela expressiva do público que ainda defende a expulsão do brother do jogo.

De acordo com a legislação brasileira, o que Petrix fez pode ser considerado crime de importunação sexual, tipificado pela Lei 13.718/2018, que ocorre quando há prática, contra alguém e sem a sua anuência, de "ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro". A pena vai de um a cinco anos de prisão.

Internautas lembraram que, em 2018, Petrix ganhou notoriedade na mídia por denunciar abusos cometidos pelo ex-técnico da seleção brasileira masculina de ginástica artística Fernando de Carvalho Lopes. Na época, outros 10 atletas também foram à Justiça contra o homem, alegando também terem sido vítimas de assédio moral, agressão física e abuso sexual, entre 2001 e 2016.

Outros lembraram casos de agressão em que a direção do BBB não se mostrou tão resiliente. Em 2016, a jornalista Ana Paula Renault deu dois tapas na cara do modelo Renan Oliveira e saiu da competição no dia seguinte. Já no ano passado, às vésperas da final, Hariany Almeida deu um empurrão em Paula Von Sperling e também foi tirada da disputa.

Confira algumas reações na web:

Mais Notícias