Reportar erro
Homenagem

Um ano após morte, Fernanda Young ganha programa no GNT

Documentário sobre a artista com participação do viúvo Alexandre Machado deve ir ao ar em 2021

Fernanda Young morreu em agosto de 2019, vítima de uma parada cardíaca após ataque de asma
Fernanda Young se destacou em frente e por trás das câmeras, como roteirista de Os Normais, e apresentadora no GNT - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 08/08/2020 às 17:15:00

Um ano após sua morte, a atriz, escritora e apresentadora Fernanda Young ganha um programa biográfico. Com o título Tudo Que Você Não Soube Sobre Fernanda Young, a atração, prevista para ir ao ar pelo canal pago GNT, do Grupo Globo, em 2021, entrou em pré-produção. As informações são do site da colunista Patrícia Kogut.

O programa contará com um material sobre a trajetória de Fernanda Young, que morreu em 25 de agosto de 2019, vítima de uma parada cardíaca após um ataque de asma. Ao lado do marido, Alexandre Machado, ela escreveu séries de sucesso, como Os Normais, Os Aspones, Minha Nada Mole Vida e Macho Man. No GNT, integrou o elenco do Saia Justa e comandou o talk show Irritando Fernanda Young, entre outros programas.

A direção da nova atração ficará a cargo da cineasta Susanna Lira. Alexandre Machado e a editora de Young, Eugênia Ribas, também estão envolvidos na produção. Ainda segundo Patrícia Kogut, a ideia é fugir do formato de entrevistas ou registros de arquivo, aderindo a trechos de ficção e imagens abstratas.

Machado também está envolvido com o texto de um dos episódios de Amor e Sorte, que irá ao ar em setembro na Globo. A série foi inteiramente gravada durante a quarentena e tem nomes como Fernanda Montenegro, Fernanda Torres, Lázaro Ramos e Taís Araújo no elenco. Shippados, último trabalho feito em parceria com a esposa, para o Globoplay, também ganhará uma nova temporada em breve.

O título Tudo o Que Você Não Soube Sobre Fernanda Young faz referência ao romance Tudo o Que Você Não Soube, escrito por Fernanda Young, lançado em 2007. Ela deixou um legado de mais de 15 publicações, incluindo uma póstuma: Posso Pedir Perdão, Só Não Posso Deixar de Pecar, que chegou ao mercado no fim do ano passado.

Mais Notícias