Bate-boca

Dony De Nuccio oferece trabalho a mulher "sem mimimi", e ex-Globo reclama

Jornalista Bibiana Bolson discutiu com ex-apresentador do Jornal Hoje; confira

Dony De Nuccio oferece trabalho a mulher
Dony De Nuccio e Bibiana Bolson discutiram no Instagram (Foto: Montagem/Reprodução/Instagram/donydenuccio/SporTV)

Publicado em 13/07/2020 às 20:12:57 ,
atualizado em 13/07/2020 às 20:23:45

Por: Paulo Pacheco

Dony De Nuccio oferece trabalho em sua empresa de comunicação, fundada após pedir demissão da Globo, em 2019. A vaga deve preencher os seguintes requisitos: ser mulher e divertida, ter experiência com audiovisual, gostar de economia e, como item mais controverso, "sem mimimi".

A jornalista Bibiana Bolson tirou satisfações com Dony a respeito das especificações do emprego. A repórter trabalhou na RBS, afiliada da Globo no Rio Grande do Sul, e teve passagens por SporTV, Esporte Interativo e RedeTV!. Atualmente na ESPN Brasil, ela viu cunho machista no "mimimi" descrito pelo ex-apresentador do Jornal Hoje.

"Um milhão de seguidores pra fazer um anúncio ‘nonsense' de vaga para mulheres? Tenho certeza que não te falta recursos para buscar informações, conhecimento, referências... É chegada a hora de se desconstruir, nobre colega! Sabe, Dony De Nuccio, eu realmente considero o sucesso relativo… Mas uma coisa é certa, não existe dinheiro no mundo que pague aquilo que aprendemos diariamente com a luta do outro. O sucesso verdadeiro passa pela empatia", comentou Bibiana no Instagram do apresentador.

"Já parou para pensar sobre quantas mulheres 'mimezentas' estão por aí sobrevivendo? Sobrevivendo aos agressores. Sobrevivendo ao sistema desigual. Sobrevivendo ao machismo enraizado. A cultura nas redações. A cultura do coleguinha que faz comentários desagradáveis —piadinhas. Já estivemos na mesma empresa, embora não tenhamos nos conhecido. Você sabe o que acontece nos corredores. O se passa nas empresas... Tomara que minha mensagem seja lida por você", concluiu a repórter.

Dony De Nuccio rebateu a crítica da ex-colega de Globo e disse que a jornalista "distorceu" a publicação da vaga de emprego.

"Interessante como abrir uma oportunidade de trabalho, gerar emprego, possibilitar o crescimento profissional, empreender e tomar risco em um ambiente tão desafiador gera esse tipo de reação. Felizmente essa leitura deturpada é eclipsada pela enorme reação de carinho, apreço e apoio que recebi de quem agradeceu a iniciativa. Não caia na armadilha de projetar em quem fala a lente com a qual você enxerga a sua realidade particular. É preciso humildade para entender que a leitura distorcida diz muito mais sobre quem recebe a mensagem do que sobre quem a emite. A interpretação deplorável dos termos na sua concepção é diametralmente oposta à que eu faço como emissor", respondeu o jornalista, negando machismo na oferta de trabalho.

"Tudo que você menciona que acontece nos bastidores das redações pelas quais você passou é lamentável e abominável. Pena que não tenha me conhecido pessoalmente, porque, se tivesse, jamais faria um julgamento tão deturpado a meu respeito, tão injusto e tão distante daqueles que conhecem meus princípios, meu caráter e meus valores. Desejo de coração que você tenha, um dia, a oportunidade de trabalhar em um ambiente onde imperem o entusiasmo, a dedicação, a possibilidade de desenvolvimento e o respeito, elementos que me acompanharam em toda a caminhada e que atualmente, como empreendedor e gestor de mais de duas dezenas de talentosos profissionais, procuro implementar nas equipes que lidero e nos projetos que comando. Sorte e sucesso na sua carreira", finalizou.





LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!