Crescente

Com coronavírus, GloboNews vira líder na TV fechada e mais que dobra sua audiência

Canal de notícias foi o mais assistido no cabo

Com coronavírus, GloboNews vira líder na TV fechada e mais que dobra sua audiência
Globonews cresceu em Ibope com a cobertura do novo coronavírus - Foto: Divulgação

Publicado em 24/03/2020 às 16:40:47

Por: Daniel César

A GloboNews vem colhendo resultados de audiência desde que deixou sua grade praticamente toda dedicada à cobertura da pandemia do coronavírus, que colocou boa parte do planeta sob quarentena. Entre os dias 15 e 22 de março, a emissora liderou o ranking da TV por assinatura no PNT (Painel Nacional de Televisão).

Dados da Kantar Ibope apontaram que, em sete dias, mais de 12 milhões de pessoas passaram pelo canal em algum momento, um crescimento de 121% em relação à média semanal de 2020. Esses números colocaram a GloboNews com praticamente o triplo do desempenho da concorrência.

Na comparação com as semanas do ano, todos os telejornais do canal de notícias do grupo Globo cresceram em audiência, inclusive com alguns conseguindo mais que dobrar o desempenho na comparação com os resultados anteriores no ano. Enquanto a Edição da meia-noite cresceu 83%, o J10 teve crescimento de 89%. Já o Em Pauta elevou os resultados em 95% e o Estúdio I foi a 100%. Os maiores aumentos foram, no entanto, da Edição das 18h, que melhorou 136% e a Edição das 16h, subindo 177%.

Ainda na cobertura sobre a pandemia do coronavírus, no último domingo (22), a emissora ficou por seis horas consecutivas no ar ao vivo e conquistou sua maior audiência diária de 2020. No período de 6h às 6h, o canal de notícias cresceu mais de 181%, na comparação com os outros domingos de 2020, e 206% quando comparado ao ano passado.

GloboNews no digital

A GloboNews cresceu também no campo digital. A empresa liberou o sinal no Globoplay Internacional e viu seus números aumentarem. Dados revelaram que o simulcast da plataforma cresceu 97% em horas assistidas e um aumento de 47% de usuários em apenas três dias.   

O canal reforçou seu jornalismo e aumentou o tempo no ar por conta da cobertura da pandemia do coronavírus, mas também para combater a chegada  da CNN no Brasil, que estreou no dia 15 de março.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!