Memórias da Telinha

Em 2002, Silvio Santos mudou regra na Casa dos Artistas para proteger Agnaldo Timóteo

Silvio Santos instituiu regra mirabolante na Casa dos Artistas 3, que teve final com 8 participantes

 Em 2002, Silvio Santos mudou regra na Casa dos Artistas para proteger Agnaldo Timóteo
Agnaldo Timóteo e Silvio Santos na estreia da Casa dos Artistas 3, em 2002 - Reprodução/YouTube

Thiago Forato

Publicado em 14/12/2019 às 08:09:02,

A paixão de Silvio Santos pela quebra de regras não é de hoje. Como retratado pelo NaTelinha ao longo da última semana, o dono do SBT já teve outros momentos em que mudou regras de programas ao seu bel-prazer, mas um em especial na história recente chama a atenção.

A terceira temporada da Casa dos Artistas, que misturou celebridades e fãs em 2002, contou com Agnaldo Timóteo em seu casting. E há que se observar: Agnaldo é negro.

No reality de confinamento do SBT, o cantor foi o participante que mais causou na casa. Depois de ter sido mandado para a berlinda pela primeira vez, brigou com quase todos os colegas, criando várias inimizades e despertando a ira do público, que quando tinha a oportunidade no domingo, votava em Timóteo para eliminá-lo.

continua depois da publicidade

Sem papas na língua, Agnaldo não hesitou em votar na sua própria fã para sair da casa. Depois do programa, Silvana disse que ele queria "reinar soberano, nem que para isso tivesse que pisar nos outros".

A eliminação da Casa dos Artistas foi abolida por Silvio Santos na terceira edição, ao vivo, depois de um empate entre Agnaldo e Flávia Cavalcanti. Na semana seguinte, quando Solange Frazão e Agnaldo foram para a berlinda, o dono do SBT declarou que "só teria a perder com a saída de um dos dois", e instigava os telespectadores a empatarem a votação, para ninguém sair.

O protecionismo de Silvio pegou mal e o telespectador, que já vinha parando de sintonizar na Casa 3, o fez de vez.

continua depois da publicidade

O resultado dessa brincadeira foi que dos 12 participantes que entraram, 8 foram para a final. No início do último episódio, Silvio Santos tratou de apressar os acontecimentos e avisou aos telespectadores para que não alongassem muito seus votos.

A Casa dos Artistas 3 só bateu o Fantástico no último episódio, cravando 33 pontos e 43 de pico, contra 28 da Globo. O vencedor foi Sérgio Montenegro, que entrou como fã de Solange Frazão e faturou R$ 400 mil.