Promoção

Globo anuncia âncoras que fizeram o Jornal Nacional 50 anos no rodízio fixo aos sábados

Emissora também escalou Márcio Bonfim para cobrir férias de Tadeu Schmidt

Globo anuncia âncoras que fizeram o Jornal Nacional 50 anos no rodízio fixo aos sábados
Jornal Nacional terá novos âncoras em rodízio - Foto: Montagem

Publicado em 06/12/2019 às 12:00:00 ,
atualizado em 06/12/2019 às 12:10:15

Por: Redação NT

Sem Sandra Annenberg e Monalisa Perrone, a Globo escolheu Aline Aguiar e Jéssica Senra para fazer parte do rodízio oficial de apresentadores do Jornal Nacional aos sábados a partir do ano que vem. Márcio Bonfim também foi promovido à nova função, além de ter a missão de substituir Tadeu Schmidt no Fantástico nos feriados e férias do comunicador.

Os três nomes se destacaram quando tiveram a missão de representar os seus estados na ação de 50 anos do JN. “O rodízio, realizado aos sábados, terminou no dia 30 de novembro e rendeu os primeiros frutos”, afirmou a Globo em comunicado enviado para imprensa.

Aline Aguiar trabalha na Globo Minas e se tornou âncora oficial do MG1 em agosto deste ano, substituindo Isabela Scalabrini. A jornalista se tornou repórter da emissora em Belo Horizonte em 2011, sendo responsável por diversas coberturas. O caso mais emblemático é seu trabalho nas reportagens especiais em Brumadinho após o desastre que deixou mais de 200 pessoas mortas.

Já Jéssica Senra, da TV Bahia, é muito querida pelo público baiano. Um fato curioso sobre a jornalista é que até o início do ano passado ela era contratada da Record TV Itapoan e liderava com muita frequência em cima da Globo. Numa guerra feroz de audiência, a TV Bahia agiu e conseguiu tirá-la da concorrência. Agora, Senra estará em rede nacional apresentando o Jornal Nacional.

Com a saída de Dony De Nuccio, Márcio Bonfim foi promovido e assumiu a vaga. O jornalista ainda terá a responsabilidade de ocupar o cargo de Tadeu Schmidt quando ele estiver de folga, tendo início no plantão deste fim de ano.

“O rodízio comemorativo dos 50 anos do JN mobilizou o país e mostrou o talento dos profissionais que diariamente realizam um jornalismo de excelência nas afiliadas. Inicialmente, o Jornalismo da Globo ocupou as três vagas já existentes na escala de plantões do JN, mas todos os apresentadores foram considerados aptos a, de acordo com a necessidade, entrar em futuras escalas de substituições (plantões, férias e feriados), não apenas do Jornal Nacional, mas também dos outros telejornais de rede”, explicou a Globo em nota.

50 anos do Jornal Nacional

A ação de rodízio do Jornal Nacional começou no dia 31 de agosto e foi até 30 de novembro, levando para a bancada, todos os sábados, 27 apresentadores de afiliadas dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal. A decisão para escolher qual seria o jornalista de cada afiliada se deu por meio de sorteio.

O JN completou 50 anos no dia 01 de setembro e houve comemoração por parte da emissora, inclusive reunindo antigos âncoras e personalidades que fizeram a história da atração.

“No meu tempo, o jornal era analógico e hoje é digital. No meu tempo a bancada era descompensada e hoje é uma nave especial. Então todos estão de parabéns”, afirmou Cid Moreira na época, primeiro âncora do telejornal.

Os jornais do Grupo Globo exibiram reportagem especial sobre o aniversário do "Jornal Nacional". No “Bom Dia Brasil”, Ana Paula Araújo mostrou o livro que traz as histórias dos 50 anos do “Jornal Nacional” e contou que já havia comprado seu exemplar.



Melhores do Ano NaTelinha 2019: Vote e eleja os destaques do ano na televisão!


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!