Abelardo Barbosa

Chacrinha vira minissérie na Globo e terá cenas inéditas

Minissérie sobre o Velho Guerreiro estreia em janeiro

 Chacrinha vira minissérie na Globo e terá cenas inéditas
Eduardo Sterblitch e Stepan Nercessian nos bastidores de Chacrinha

Publicado em 28/11/2019 às 09:34:48

Por: Redação NT

O filme Chacrinha se transformará em minissérie de quatro episódios na Globo a partir de janeiro. A informação é do jornal O Globo desta quinta-feira (28).

Eduardo Sterblitch será o protagonista quando jovem e vai costurar a narrativa da história, que ganhará registros de arquivo do rádio, do início da TV, chacretes, do Tropicalismo e censura.

Posteriormente na fase adulta, será interpretado por Stepan Nercessian. A estreia, de acordo com a publicação, acontecerá em 14 de janeiro.

A trama será dirigida por Andrucha Waddington e mostrará Abelardo Barbosa, o Chacrinho, desde quando ele larga a faculdade de Medicina para trabalhar como locutor de rádio até se transformar em um dos apresentados mais bem-sucedidos do Brasil.

Em 2017, quando Chacrinha completaria 100 anos, a Globo levou ao ar um especial com a participação de Roberto Carlos, Angélica, Ivete Sangalo, dentre outros.

Carreira de Chacrinha

Apresentador popular, ele começou a carreira no rádio, na década de 40, com programas de marchinhas de Carnaval e outros ritmos. Sua estreia na televisão aconteceu em 1956, com o programa Rancho Alegre, na TV Tupi, mesma emissora onde também estreou a "Discoteca do Chacrinha".

Posteriormente, foi para a TV Rio e, em 1967, foi contratado pela Globo, onde chegou a fazer dois programas semanais: Buzina do Chacrinha e Discoteca do Chacrinha. Cinco anos mais tarde voltou para a Tupi. Em 1978, mudou-se para a Band e, em 1982, retornou à Globo, onde lançou o Cassino do Chacrinha, que fez enorme sucesso nas tardes de sábado.

O Velho Guerreiro faleceu no dia 30 de junho de 1988, aos 70 anos, de infarto do miocárdio e insuficiência respiratória, após luta contra um câncer no pulmão.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!