Nova temporada

Edilson é acusado de machismo após frase na Band: "Vai lavar roupa"

Em crítica a patrocinadora do Palmeiras, ele disse a frase e sofreu acusações

Edilson é acusado de machismo após frase na Band:
Os Donos da Bola polemizou com frase considerada machista. Foto: Reprodução

Publicado em 25/11/2019 às 20:05:46

Por: Redação NT

O capetinha Edílson foi "cancelado" nas redes sociais. O ex atleta e atual comentarista esportivo do programa Os Donos da Bola, da Band, foi acusado de machismo ao criticar a postura de Leila Pereira, patrocinadora do Palmeiras, por causa de um vídeo em que ela aparece batendo um pênalti.

Durante a discussão sobre o caso, Edilson não perdeu a chance de massacrar a empresária por conta da atitude enquanto o programa mostrava o vídeo com Leila Pereira cobrando um pênalti para ensinar os jogadores do Palmeiras como deve saber, em tom de brincadeira.

"Isso é ridículo. Isso não pode acontecer nunca. Será que não tem ninguém pra chegar pra essa mulher e falar pra ela não fazer isso não.", comentou o ex atleta que também jogou pelo Palmeiras e deixou claro sua insatisfação com a patrocinadora do clube.

E sem medo de ser criticado, Edilson continuou suas críticas enquanto as imagens continuavam exibindo a famigerada cobrança de pênalti. "As vezes, nego confunde ter dinheiro e ter fama. É o caso dela, ela quer ser famosa de qualquer jeito, não é possível.", cravou ele.

Edilson e a frase machista em Os Donos da Bola

Foi aí que o comentarista perdeu a paciência e acabou falando a frase que deu a interpretação de ter sido machista por conta do teor. "Vai lavar um prato, lavar roupa. Quer fazer uma coisa diferente que ninguém veja, engraxar um sapato", encerrou.

Neto, o apresentador do programa até tentou consertar a frase dando uma sugestão um pouco mais genérica. "Vai viajar, ne?", e Edilson chegou a concordar, mas continuou raivoso com a situação e não teceu nenhum comentário consertando a frase que disse anteriormente.

Veja o vídeo. A fala acontece a partir do minuto 40:57

Edilson acusado de machismo

A reação foi automática nas redes sociais. Diversos internautas fizeram questão de comentar o ocorrido e "cancelar" Edilson. Vale lembrar que o termo é utilizado quando algum famoso comete alguma gafe considerada grave contra direitos fundamentais e significa que os fãs deixarão de apoiar o artista em questão.

Veja as reações no Twitter


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!