Efeito Luciano Huck

Angélica pode ficar sem programa e ir parar nas novelas da Globo em 2020

Com a possibilidade de Luciano Huck ser candidato à presidência da República, Angélica tem novo programa ameaçado

Angélica pode ficar sem programa e ir parar nas novelas da Globo em 2020
Divulgação/Globo

Publicado em 16/10/2019 às 05:15:09 ,
atualizado em 16/10/2019 às 10:32:43

Por: Sandro Nascimento

Após sua participação na novela A Dona do Pedaço, Angélica pode acabar conquistando um papel fixo numa próxima novela da Globo. Enquanto a direção da emissora ainda define se apostará em seu novo programa, que tem previsão inicial para abril de 2020, o nome da apresentadora vem sendo cogitado para o elenco de um folhetim das 19h. 

Seria uma saída para Angélica permanecer na grade, enquanto Luciano Huck viabiliza, ou não, sua candidatura à presidência da República em 2022.

O NaTelinha apurou que a Globo estaria receosa em canalizar seus investimentos para o novo programa da Angélica, tendo a possibilidade do apresentador do "Caldeirão" entrar na carreira política. Neste cenário, de acordo com as regras de conduta da rede, o casal 20 dos programas de auditório teria que deixar o canal.

Os diretores da Globo avaliam que caso Luciano Huck opte em concorrer ao cargo de presidente, o programa de Angélica ficaria no ar apenas durante o ano de 2020. Eles estariam questionando se valeria a pena investir em uma atração tendo a possibilidade de tirá-lo do ar mesmo sendo um sucesso de audiência.

De acordo com fontes ouvidas, nesta situação, a saída encontrada pela alta cúpula da emissora seria encaixar Angélica numa produção da dramaturgia. Justificam que, desta forma, a apresentadora ficaria no ar e afastaria o fantasma da geladeira.

A reportagem apurou que há duas semanas o nome de Angélica foi indicado para a produção de uma próxima novela das 19h - serão duas ao longo de 2020.  

Procurada pelo NaTelinha, a Globo afirmou que não há previsão de um papel fixo para Angélica nas novelas. Quanto ao programa, “existem projetos em discussão, mas não há nada definido”.

Angélica fala sobre ser primeira-dama

"Vejo isso (Luciano Huck ser presidente da república), digamos, como um “chamado”, que ele não buscou. É uma coisa tão especial, que se ele decidisse se candidatar, o apoiaria. Acredito na capacidade de trabalho e no olhar para o outro que ele tem. Mas é uma escolha minha? Acho muito legal? Não posso falar isso porque não seria verdade", disse Angélica, em entrevista à Marie Claire publicada no início de outubro.

Ao longo da conversa, a apresentadora demonstrou que nunca criou expectativas de ser primeira-dama: "Não é um desejo meu. Seria uma honra? Claro. Mas nunca quis isso. No Brasil, em vez de a política ser algo do qual as pessoas se orgulham, dá medo".


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!